Por que ela me perguntar se eu tinha uma namorada

Enviei fotos minhas com o Ricardo Ernesto e prints de conversas nossas para comprovar à coreana que o seu namorado se relacionou comigo por seis meses. Enviei tudo pelo inbox tanto do Instagram quanto do Facebook. Uma semana se passou e, para a minha frustração, minhas mensagens não tinham sido visualizadas ainda. Deci A última vez que ouvi, ele estava namorando uma das amigas de sua filha. (Ela é seis anos mais nova que eu). Ele não namorou uma mulher com mais de 30 anos desde que se divorciou (em 2005, eu ... — Então, agora que eles vão se acertar, por que você não vem morar comigo? — Questionei a Hermione. Ela quase engasgou com o café. — Morar juntos? — Ela quis perguntar para ter certeza se eu tinha perguntado isso. — Sim, eu quero ficar com você. Por que não? — Oh, isso é tão repentino. — Sim. Eu não tenho dúvidas. So que houve um dia em que eu nao fui, e nesse tal dia veio-me escreve um rapaz da minha turma que ele tambem morava no mesmo lugar que eu etc. pq um collega nosso lhe contou isso então. Ele foi logo super simpatico comigo e convidou-me para irmos à biblioteca no dia seguinte, portanto marcamos uma hora para pegar o comboio e fomos juntos. # 3 Não diga 'Eu não me importo' o tempo todo. Se ela perguntar o que você quer fazer neste fim de semana, ou onde você quer jantar, responda. Haverá momentos em que você realmente não se importará, mas se você disser consistentemente que não se importa, soará como se passar o tempo com ela realmente não tivesse nenhum efeito em você.

Uma ajuda aqui, /r/ desabafos.

2020.09.14 03:19 cnt_d_jgr_fr Uma ajuda aqui, /r/ desabafos.

Já pensei em fazer este tipo de post várias vezes antes, nunca seguia em frente, dessa vez decidi publicar. Já moí e remoí inúmeras vezes como começar, e escolhi esse jeito que foi diferente de todos os outros que pensei. Desculpem, eu escrevo muito, e não sei se vocês irão ter paciência de ler tudo. Se sim, obrigado;
É difícil saber onde começar, mas provavelmente deve ser pelo mal raiz: A depressão. Eu convivo com ela e a ansiedade já fazem anos e anos. Eu desde criança fui alegre, esperto, inteligente, (bem acima dos demais ao meu redor, que me cedia elogios de todas as partes) mas no geral, normal como qualquer um. Eu não sei se vou conseguir descrever todo o processo, mas a partir do final da adolescência se não me engano isso começou. No começo meus pais não ligaram muito e nem eu, mas com o tempo, foi piorando. Fui perdendo o gosto por coisas que sempre gostei, não tinha mais graça jogar video game que desde criança eu o fiz (e hoje em dia tenho inglês de nível avançado que aprendi como auto-didata) ou assistir alguma coisa de comédia, seja de qual tipo fosse. Hoje em dia é raro. Eu deixei passar e ela nunca ficou tão ruim, achei que não iria piorar, agora ela tomou conta de uma maneira que eu não consigo sentir. Eu acordo, levanto, como, sigo o meu dia, mas pareço um robô na maioria das vezes.
Existem circunstâncias que pioraram, eu sempre fui o risonho que fazia piadas e gracinhas, mas desde cedo tive a visão eu sabia que caso o palhaço saísse de cena o show iria acabar, e assim foi. Minha família sempre foi normal pra todos, mas entre 4 paredes ninguém sabia o que se passava, desde criança meu pai bebia, e isso causava brigas, xingamentos, até agressão acontecia. Acabou minha época de se palhaço quando a depressão piorou e a família agora tá pior que nunca. Minha mãe seguiu sempre com ele, acabavam as coisas ruins e tudo voltava ao normal. Ele nunca teve muita força emocional, quando acabava o dinheiro, ou aparecia uma dificuldade, queria afogar tudo no álcool. Minha família também nunca foi de sair, e eu sempre gostei de ler, de exercitar a mente de tudo que é jeito, e não saí ou fiz amigos quando me mudei. Cada um tem seus hobbies, eu sempre escutei isso e achei que apesar de ruim não era tão debilitante. Porém os anos passaram, passaram, passaram, hoje no meio de tantas crises (como a de 2008 por exemplo) meu pai já não tem mais emprego, e com todas as coisas que aconteceram voltou a beber. Problemas, dívidas, brigas, polícia, mais brigas, mais dificuldades, e tivemos que nos mudar pra uma cidade pobre e pequena. Minha mãe pensou que iria melhorar a nossa situação, resultado: Não melhorou.
Eu não tenho emprego (e duvido que encontraria alguém que me cedesse uma vaga, pra ter que toda hora tirar licença por causa de ansiedade) e os tratamentos que fiz nunca deram certo (só me deixaram pior) o que não é surpresa já que nunca morei em uma casa com uma família "normal" tem anos e meu stress está absurdamente alto. Não me dou bem com ele mas ainda convivemos todos juntos vivendo às custas do mesmo. Ele sabe que tem que nos ter perto pois a família mesmo não quer ele na casa deles. Minha mãe tbm n tem condições de trabalhar, meu pai voltou com a bebida e só deu uma trégua porque tem medo da pandemia mas ainda assim tem os dias de desespero dele que acha que se encher de álcool vai fazer os problemas sumirem, mas não sumiram e trouxeram um outro: Uma úlcera forte que é outro motivo pra ele beber e tentar mascarar a dor enorme e que recusa a tratar no médico mesmo com meu tio e tias querendo ajudar.
No presente, estou com 29 anos, nunca tive uma namorada, uma companheira, alguém pra dar e receber suporte nos momentos bons e ruins, isso porque sempre tive vergonha e achei que podeira acontecer como nos desenhos ou na TV e ter alguma que acabasse se declarando pra mim e não me fazer passar por isso. Nunca aconteceu. As pessoas dizem que ser BV e/ou Virgem são coisas impostas pela sociedade e não nos devemos se sentir mal por isso, mas a solidão dói. Dói muito. À noite é horrível, HORRÍVEL. Nem pra ser como uma dessas pessoas que arranjam uma mulher burra ou que também só tem interesse em um relacionamento rápido pra não ficar sozinha eu tenho sorte, parece que é uma opção inexistente e isso me deixa em um desolamento enorme. Sempre me achei feio ou estranho, fiz uma auto-reflexão e vi que não sou, e que existem casos piores, mas ainda assim todos ao meu redor estão conseguindo alguém, casando ou namorando ou movendo a vida pra frente.
Recentemente comecei o noFap porque vi vários benefícios que todos que tentam reportam. Após alguns dias tive um dos primeiros benefícios e senti mais disposição, mais confiança, só de sair na rua por causa de um compromisso consegui atenção de uma vizinha que morava aqqui por perto sendo que ela só me cumprimentava casualmente. Um dia depois e seguinte, voltou uma depressão, mais forte, sem vontade de fazer nada, sem apetite, e nenhum dos benefícios continuaram. Pretendo seguir mais, só que vai ser difícil porque minha cabeça tá MUITO mal.
Enquanto tava digitando esse post, no dia que pensei em mandar e não mandei, tava tão desesperado que tive pensamentos de acabar com tudo. As outras vezes que tive isso estava em situações ruins também em todos os lados. Pra piorar agora tem essa pandemia: Mesmo que melhorasse da D + A, não há empregos. Mesmo se quisesse ir pra algum lugar, há o risco. Estamos sobrevivendo da aposentadoria e de auxílio, e o dinheiro está acabando além do fato de que os problemas alimentam uns aos outros. Minha época de maior disposição física e maior apetite pra relacionamentos passou, e o tempo continuou correndo vertiginosamente. Queria perguntar à vocês o que eu poderia fazer pra tentar sair dessa, porque dessa vez tá muito difícil. Posso responder mais perguntas caso tenham alguma.
submitted by cnt_d_jgr_fr to desabafos [link] [comments]


2020.09.02 19:15 NoCranberry3680 expondo um garoto toxico

Olá Luba, editores, gatas, papelões sobreviventes e turma que está a ver
Titulo: expondo um garoto toxico
A história começa com um menino mto chato mas pode chamar de carls se quiser p ficar mais rápido .
Há pouco tempo eu descobri alguns barracos dele .
Entre eles:
- assediar meu amigo de forma indireta
-perguntar p amgs minhas se já as masturbaram 2 min dps de se conhecerem
-Xingou a mãe de um amg de puta na plataforma da escola
-chamar todo kpoper de gay o q n tem problema (o verdadeiro problema é usar gay como ofensa )
- ele começou um namoro que ele tava chamando de amizade colorida que não tinha nem 10 dias e mal conheci a menina
- deu em cima da minha namorada
- perguntou se Tiraria virgindade da minha namorada eu respondi que ela Tiraria com quem ela quisesse
-entre outras coisas
Aí ele queria muito o contato da minha namorada,e eu passei na condição dele passar o cntt da namorada dele p eu ter algo p usar a meu favor .
Por aí tudo bem papo vai papo vem, até que eu lembro que tenho um monte de print conversa dele que já tava me xingando e xingando minhas amigas, então a namorada dele começou a puxar papo comigo e começamos a falar do carls aí eu comecei a falar das coisas que ele fazia e acabei mandando todos os prints que eu tinha, a minha intenção de início não era acabar com o namoro dos dois e também nunca foi, mas é o que aconteceu os dois terminaram e ela ficou super puta com ele. Depois que os dois terminaram o namoro que durou apenas 10 dias ele ficou super sentido e falando que a culpa foi de uma pessoa super babaca (no caso eu).
Ainda teve um caso de que disseram que ele assediou a minha namorada coisa que eu também não duvido nada mas acabou que tudo se entendeu ele não tinha assediado ela o que me deu um alívio Mas isso é outra parte da história.
Tem alguns prints que falam de todas as coisas que ele já fez as maioria dos assédios dele de maioria das bobeiras dele de maioria das coisas horríveis que ele já fez
Bom é isso muito obrigado senhor luba se eu fui escolhido minha maior vontade de fuder com ele Que bom apesar de ter gerado um desgaste enorme deu conteúdo para o Luba deu muito trabalho criamos até um grupo p isso
Obs-
Para não deixar tudo mais confusos do que já é vou especificar quantas pessoas participaram dessa história obviamente sem citar nomes
-Minha amiga
-amiga da minha amiga
-outra amiga da minha amiga
-meu melhor amigo
-minha namorada
-Namorada do garoto tóxico
- garoto tóxico

ele disse tbm q estava ficando com um cara de 21 anos da baiha
ele disse tbm que queria "comer " meu meulhor amigo e disse que ele é o "docinho dele "
submitted by NoCranberry3680 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.02 18:52 NoCranberry3680 o dia em q eu acabei com o namoro de um garoto toxico

o dia em q eu acabei com o namoro de um garoto toxico
Olá Luba, editores, gatas, papelões sobreviventes e turma que está a ver
Titulo: o dia em que eu acabei com o namoro de um garoto tóxico
A história começa com um menino mto chato mas pode chamar de carls se quiser p ficar mais rápido .
Há pouco tempo eu descobri alguns barracos dele .
Entre eles:
- assediar meu amigo de forma indireta
-perguntar p amgs minhas se já as masturbaram 2 min dps de se conhecerem
-Xingou a mãe de um amg de puta na plataforma da escola
-chamar todo kpoper de gay o q n tem problema (o verdadeiro problema é usar gay como ofensa )
- ele começou um namoro que ele tava chamando de amizade colorida que não tinha nem 10 dias e mal conheci a menina
- deu em cima da minha namorada
- perguntou se Tiraria virgindade da minha namorada eu respondi que ela Tiraria com quem ela quisesse
-entre outras coisas
Aí ele queria muito o contato da minha namorada,e eu passei na condição dele passar o cntt da namorada dele p eu ter algo p usar a meu favor .
Por aí tudo bem papo vai papo vem, até que eu lembro que tenho um monte de print conversa dele que já tava me xingando e xingando minhas amigas, então a namorada dele começou a puxar papo comigo e começamos a falar do carls aí eu comecei a falar das coisas que ele fazia e acabei mandando todos os prints que eu tinha, a minha intenção de início não era acabar com o namoro dos dois e também nunca foi, mas é o que aconteceu os dois terminaram e ela ficou super puta com ele. Depois que os dois terminaram o namoro que durou apenas 10 dias ele ficou super sentido e falando que a culpa foi de uma pessoa super babaca (no caso eu).
Ainda teve um caso de que disseram que ele assediou a minha namorada coisa que eu também não duvido nada mas acabou que tudo se entendeu ele não tinha assediado ela o que me deu um alívio Mas isso é outra parte da história.
Tem alguns prints que falam de todas as coisas que ele já fez as maioria dos assédios dele de maioria das bobeiras dele de maioria das coisas horríveis que ele já fez
Bom é isso muito obrigado senhor luba se eu fui escolhido minha maior vontade de fuder com ele Que bom apesar de ter gerado um desgaste enorme deu conteúdo para o Luba deu muito trabalho criamos até um grupo p isso
Obs-
Para não deixar todos os prints que eu vou mandar mais confusos do que eles já são vou especificar quantas pessoas participaram dessa história obviamente sem citar nomes
-Minha amiga
-amiga da minha amiga
-outra amiga da minha amiga
-meu melhor amigo
-minha namorada
-Namorada do garoto tóxico
- garoto tóxico
Lembrando que todos os prints de conversas o que está em cinza ou em preto é o garoto tóxico espero que você goste e fica por isso mesmo
ele disse tbm q estava ficando com um cara de 21 anos da baiha

https://preview.redd.it/pbm3lqkwkrk51.png?width=648&format=png&auto=webp&s=7d0831ccc6b014ab576c38a8285c3aed4952b6b1
https://preview.redd.it/pp0uq9izkrk51.png?width=720&format=png&auto=webp&s=3f3f231cdf5239d4dd3e8d976eaff72470d666f8
https://preview.redd.it/uiwh26k0lrk51.png?width=720&format=png&auto=webp&s=22b72812336fc307e12b9f65d2132377c77d98ec
esses são um dos prints mais pesados espero que gostem
submitted by NoCranberry3680 to u/NoCranberry3680 [link] [comments]


2020.09.01 17:26 LuisF_GuimaresCruz Fui babaca por ter falado pra um garoto da minha escola que a “namorada” dele queria ter minar !?

Olá lubisco, possível convidado e editores. Minha história é a seguinte : Eu to tipo no 6º e o povo da minha turma e da outra acha que namorar é só dizer que tá namorando, mas não se beija, bom o famigerado c* doce. Essa garota ( da minha turma ) na quarentena começou a “namorar” esse garoto ( da outra turma ) hj na aula de ED ( Educação Física ) essa garota não estava fazendo os exercícios e estava fazendo dancinha do tik tok, não sei se tava gravando ou se só tava fazendo as dancinhas, ela depois disse que não mas fd-** e tbm até aí blz, só que na espera da aula de história eu e ela tivemos uma discussão ( que por sinal tinha um mlk provocando nós dois pra gnt brigar comigo não funcionou mas com ela evidentemente sim ) só que quando eu brigo com alguém eu faço pra humilhar, e humilhei. Bom depois dessa enorme introdução vamos a história, esse “namorado” veio me perguntar oq aconteceu, pq contaram pra ele que tínhamos discutido, mas não pq, e eu falei aí ele e eu começamos a discutir e no final soltei a bomba e dei bloq. Ele lógico foi falar com a “namorada” e ela foi tirar satisfação com minha melhor amiga ( que tbm é melhor amiga dela ) pq a única pessoa que sabia disso era a melhor amiga que quando veio aqui em casa me contou e agr to achando que estraguei a amizade delas é só por isso que to com peso na consciência pq sinceramente quero que os “namoradinhos” se fodam. E aí fui babaca !?
OBS : eu e os “namoradinhos” nunca fomos amigos e sempre tivemos brigas.
submitted by LuisF_GuimaresCruz to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.28 12:44 Lady_Unicron Sou babaca por ficar com o Crush da minha amiga?

Olá Luba, turma, editores, gatas, papelões mortos e possível convidado(a), pode me chamar de Iron, pois é assim que vão me conhecer.
A minha história é praticamente quando conheci o amor da minha vida que namoro até hoje (não fica mal lubinha, se eu achei alguém, tu também acha).
Tudo começou como um dia normal no nosso “chat/grupo” de conversa, conheci muita gente legal quando entrei pois uma garota havia me visto no app e resolveu ser bondosa e me colocar no grupo, fui recebida muito bem (a maioria era menino, mas não faz diferença), tinha mais 4 garotas além de mim e me tornei bem amiga delas e dos meninos, por eu ser a “novata” eu estava recebendo bastante atenção e uma das meninas não gostou muito, ela sempre queria chamar mais atenção, eu estava de boas quanto a isso.
Eu tinha medo do meu namorado na época por que todo mundo me falava meio mal dele “Ele é muito sério, não é legal” e blá blá blá, um dia fui abraçar ele em uma ação de RPG e ele saiu voando pelo “susto” . . .mas logo voltou (sim. . .a gente conversava e fazia RPG), depois de um tempo ficamos “a sós” e nós ficamos juntos. . .ele me fez voar e no final eu beijei ele. . .a menina apareceu e ficou tentando desviar a atenção, daí já vem a galera me perguntar “você tá gostando de fulano?” e eu fica meio hesitante de falar, mas dizia que sim e sempre falavam “outra que gosta dele” . . .nessa hora eu fiquei meio abalada, mas lembrei que ele não estava namorando, então fui pedir a ajuda dessa menina que vou chamar de Karls. Fui até karls e contei pra ela que eu estava gostando do (vou chamar meu namorado de Lew) Lew, ela começou a me dar um sermão e falando que gostava dele também daí eu comecei a me sentir mal e tentei deixar os meus sentimentos de lado (os: Karls já estava namorando outro cara e tava afim do Lew).
Lew percebeu aquilo e nunca me deixava me afastar e Karls vinha me dar sermão e falar que ia se matar. . .isso me deixava ruim, mas um dia Karls e o Lew estavam brigando e ela fala para ele “Eu te odeio” e ele respondeu dizendo “Mas a Iron(eu) me ama, não é Iron?” eu fiquei tão em dúvida no que dizer e soltei um “talvez” e para tentar aliviar a tenção resolvi brincar também “ah. . .e você me ama, não é?” e ele apenas disse “sim, amo sim” . . .nessa hora ficou eu e um amigo(Sd) meu surtando de alegria, por que ele estava afim da Karls e eu estava tentando ajudar ele a ficar com ela.
Então um dia a gente entrou em Call, primeiro foi só o SD e Lazer (dois amigos meus), depois o Lew apareceu e ficaram me chamando para entrar. . . então entrei na call. . .todo mundo ficou me chamando de fofa por conta da voz. . .até o Lew e eu ficava envergonhada obviamente.
Quando o Lew foi “embora” para terminar a tarefa dele. . .eu estava nas nuvens, ela era totalmente diferente comigo. . .daí o Lazer veio me perguntar na call “Você sabe que o Lew namora né?” nessa hora. . .meu mundo desabou de baixo dos meus pés, se eu não estivesse sentada. . .eu caia com certeza, nesse dia eu xinguei tanto o Lew no privado. . .e chorei que deu até dor de cabeça, ele começou a me contar a verdade, que ele não estava namorando, ele só era amigo da menina que falaram que ele estava namorando, me senti mal por xingar ele e fui xingar o Laser, daí ele me veio falar “eu PENSEI que eles namorassem, já que ficam de abraços e emoji” . . .queria tanto socar ele, mas fazer o que. Um tempo depois a gente começou a namorar e Karls sempre vindo tentar nos separar ou tentar chamar atenção do Lew, mas só ganhava a minha por que eu não gostava de ver ela daquele jeito (ela tinha terminado com o “ex” dela e começado a namorar o SD) e então um dia ela surtou, começou a falar um monte de coisa como “eu te amo, aquele dia que ficamos a sós foi tão bom, por que ela e não eu?” e etc. . .eu queria chorar por que tinha machucado ela, mas o Lew tomou a frente e começou a falar para ela “eu escolhi a Iron(eu) por que ela. . .” e começou a comparar nós duas . . .me senti mal, mas fiquei feliz de ver que ele me achava tudo aquilo, ela saiu do nosso chat/grupo e criou um dela sem nós dois. . .até hoje nosso chat é ativo e ela sumiu por muito tempo do app, mas sempre falava com o SD e o Laser, um dia ela falou que ela tinha traído o SD com a namorada do Laser. . .isso deixou eles abalados. . .todo o sentimento de querer perdoa-la se foi, por que ela machucou os meus amigos.
Sou babaca por namorar o Lew e não querer perdoar ela?
submitted by Lady_Unicron to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.27 21:34 Ultimecia- Desabafo sobre pensamentos ruins que me atormentam (+18)

Ola pessoal, depois de muito pensar, e me perguntar se deveria fazer esse texto, venho aqui pra desabafar um pouco, pois não tenho um ciclo social muito grande pra o qual eu poderia contar essas coisas, e as poucas pessoas que eu poderia contar, Não seriam diretas e sinceras. Como o texto também é bem constrangedor, acredito que um leve anonimato deve me ajudar a se expressar melhor.
Marquei o texto como +18 porque usarei palavras bem explícitas aqui para melhor entendimento, porém, ciente das diretrizes da comunidade, caso o texto seja ofensivo ou afete alguém menor de idade, gostaria que fosse removido o mais rápido possível, me desculpem se acabar sendo ofensivo ou algo do tipo, espero não ultrapassar nenhum limite aqui. Mas vamos lá.
A 3 anos atrás eu conheci uma garota do meu antigo emprego (tenho 23 anos, isso não fere meu anonimato). Essa garota era perfeita e muito fofinha, tinhamos a mesma idade e nos demos super bem, estávamos solteiros, e depois de 6 meses nos conhecendo começamos a namorar. Namoramos por uns 2 anos, e nesse tempo aproveitamos muito a companhia um do outro, foi tudo perfeito, sem brigas e sem desentendimento, até que começamos a nos conhecer de mais. Sempre fui um cara reservado, antes dela só namorei uma pessoa, por 3 anos, minha única experiência sexual foi com essa pessoa, e após o termino nunca me relacionei como mais ngm, porém, essa garota que conheci no meu trabalho (vou chama-la de Yomawa, nem sei o pq :v) ja havia tido muitos outros caras no passado. Conversando com ela, descobri que fui o primeiro namorado dela, porém, ela ja havia ficado e tido aventuras adultas com mais de 15 caras no total, alguns em festas, faculdade, e todo o resto, com alguns mais de 5 vezes, ja havia feito menage e outros desejos sexuais que realizou por curiosidade. Confesso que me surpreendi, uma garota tão fofinha e delicada ja ter passado por isso me abalou um pouco, e depois que eu fiquei sabendo dessas coisas, nosso namoro desandou. Comecei a criar uma espécie de paranóia na cabeça, de nunca ter dado um prazer tão bom pra ela em nossas relações na cama. Eu tinha alguns fetiches e curiosidades, e ela, ja havia realizado todos com os caras anteriores. Com o tempo essa paranóia de me sentir insuficiente foi tomando conta de mim, até que cometi o erro (ou não) de perguntar se eu ja havia sido o melhor com ela na cama. Ela disse que não, disse que avalia certos pontos nas relações, como preliminar, oral, beijo, penetração, vibe e etcs. E que desses pontos, eu tinha sido o melhor em preliminar e sexo oral, maaaaas, um dos piores em penetração, disse que ja tinha se relacionado com outros caras que proporcionaram um prazer enorme pra ela, e que achava difícil eu superar. Uma coisa que amo nela, é a sua sinceridade, eu odiaria sentir que estou sendo enganado, e a verdade apesar de doer, é o que eu prefiro. Desde então eu tenho me empenhado e dado o melhor de mim, para "ser o melhor" de cama. Eu nunca tive esse orgulho macho (como prefiro chamar) de querer ser o mais fodao em tudo e bla bla bla, mas isso tem me atormentado, e tem me impedido de ser feliz.
No começo ela acreditava que eu poderia ser o melhor na penetração e bla bla bla, mas agora ela pede pra eu não criar esperanças ahebhahehe que do jeito que estou (estou dando o maximo que consigo e fazendo treinos constrangedores de desempenho sexual no meu quarto) posso levar quase 1 ano pra conseguir ser o melhor do melhor. E isso tem me atormentado tanto que estou ficanso triste de vdd, me sinto insuficiente, quando estamos juntos e vejo ela gritar e gemer de prazer na cama, penso logo : - Se ela se contorce desse jeito comigo, imagina com o cara que já comeu ela melhor. Aaaaaaaaahh é horrível, me desculpem pela forma de falar "comeu" mas não consegui pensar em algo menos machista. Imagina você namorar uma garota que diz "meu namorado não foi o cara que me comei mais gostoso, desculpa, estou sendo sincera".
Ela diz que não liga pra isso, que o que sente comigo nunca sentiu com ngm, que nosso amor é pfto, que eu trato ela como uma Deusa e isso motivz muito ela todos os dias, ela chora só de pensar em me perder, e de vdd combinamos em tudo. Gostos, musicas, animes, séries, jogos, ela é perfeita, e eu sou o cara que nem consigo dar um prazer suficiente na cama, me sinto ridículo por isso, mas penso que quando começamos a tranzar, ela tem uma expectativa de ser bom e maravilhoso, e acaba não sendo, ela acaba esperando que seja bom como os outros caras, e acaba não sendo. Ja imaginou ela ter aquele prazer como referência sempre que pensar em sexo ? E não no meu ? Eu não consigo ser eu mesmo desde que isso aconteceu, e me sinto tão mal que penso em terminar. Estou mt agressivo com as palavras e muito decepcionado comigo, esse relacionamento está me deixando mal e me fazendo sentir a cada dia insuficiente, e ela não tem culpa, nunca seria capaz de culpa-la por falar a verdade, é a qualidade que mais amo, mas estou perdido. O relacionamento é mt mais que sexo galera, mas sinto que a cada segundo que passa, os caras anteriores estão ganhando de mim, sei la, é como se eu estivesse perdendo (???) Estou paranóico, queria desabafar, penso em ir em um psicólogo ou sexólogo, mas não sei mais o que fazer, de vdd.
Me desculpem se ficou mt grande este desabafo, ou se acaba ferindo alguma diretriz ou algum menor de idade, pfvr excluam se for o caso :(((
Ass : O cara que não foi o melhor da sua namorada
submitted by Ultimecia- to desabafos [link] [comments]


2020.08.23 21:53 bell-bing Fui abusada por ter esse fetiche e me sinto culpada

Primeiramente quero avisar que essa foi uma situação pesada que aconteceu comigo e que preciso desabafar, tem gatilhos na história então se você é sensível a assuntos como abuso melhor passar essa.
Eu (F 24) sempre fui adepta do BDSM, meu ex também era então experimentamos várias coisas dentro desse fetiche. Meu atual namorado não curte o que não deixa as coisas ruins mas acabei reprimindo algumas de minhas fantasias por ele não ser aberto a isso. Em 2018 comecei a faculdade e fiquei muito amiga de uma cara da minha sala que tinha mais o menos a minha idade e vários interesses em comum, a gente ficou muito próximos como amigos a ponto de dividir segredos e falar sobre tudo até sobre sexo e fetiches, eu contei sobre não estar satisfeita pelo meu namorado não topar minhas fantasias, contei alguma delas, e até que uma seria que ele aceitasse fazer um CNC, um sexo sem consentimento mas previamente consentido pelos dois com save word e tudo pra deixar claro que não é um estupro de verdade e sim só uma fantasia, essa era uma vontade que nunca tinha nem contado pro meu namorado já que eu sabia que ele não ia topar, bom esse cara da faculdade também me contou alguns fetiches dele, nada demais, e a amizade normal, nunca dei abertura ou tive interesse pra algo a mais até pq ele já namorava e eu também desde que nos conhecemos.
Esse cara me dava carona até em casa depois da aula quando ia pra casa da namorada pq ela morava perto de mim, uma noite nesse trajeto ele me entregou uma garrafa de “suco” dizendo que era uma nova receita pra lanchonete da namorada ou algo assim que não lembro exatamente, só consigo lembrar que eu bebi e continuei conversando normal até que apaguei. Eu só consigo lembrar de estar meio consciente em alguns momentos e sentir alguém me carregando e mexendo no meu corpo, depois de não sei quanto tempo eu acordei e percebi que estava amarrada em uma cama e sem roupa, esse cara estava esperando eu acordar e então abusou de mim pelo o que eu acho ser mais de uma hora, depois me soltou e foi tomar banho, eu fiquei na cama chorando, me vesti e pedi pra ir embora, ele me deixou em casa e lá eu fiquei por dias sozinha sem coragem de ver ninguém, fingindo que estava doente.
Depois disso dei um jeito de mudar de turno pra nunca mais ver ele mas ele veio atrás de mim pra perguntar pq eu sumi e bloqueei ele em tudo, quando eu disse ele respondeu que eu era louca e ele só estava realizando minha fantasia, que ele achou que eu pedir pra parar e chorar fazia parte da fantasia e só faltou ele dizer que fez um favor pra mim fazendo isso. Eu já estava me sentindo culpada e com isso me senti ainda pior e envergonhada, isso aconteceu a 1 ano mais o menos e nunca tive coragem de contar pra ninguém próximo, nem pro meu namorado. Esse ano comecei a fazer terapia o que está me ajudando a aceitar melhor e agora fico me perguntando se eu devia contar isso pro meu namorado, ou até mesmo pra namorada (agora noiva) desse cara que eu não acho que esteja segura com uma pessoa dessas.
Obrigada quem leu o relato e que também possa servir pra lembrar que fantasias não podem ser confundidas, consentimento sempre vem primeiro.
submitted by bell-bing to sexualidade [link] [comments]


2020.08.19 21:09 ImNotYourBitchBitch Minha Irmã É Extremamente Tóxica

Oii, meu nome é X, tenho 13 anos e uma irmã extremamente tóxica.
Desde pequeno, já não nos dávamos bem, mas tudo acabou por piorar quando crescemos. Ela revelou que era abusada sexualmente por um parente próximo desde muito novinha, e por isso desenvolveu Borderline. No caso dela (eu não sei se é algo que aconteça em todo caso) ela acabava por vir a desmaiar e voltar com uma personalidade diferente. Infantil e fria.
Ela foi levada a diversos terapeutas e foi muito medicada. Nessa época nossos pais acabaram por se divorciar, e nisso minha mãe, meu irmão e eu fomos morar com nossa avó em outra cidade, enquanto meu pai cuidava dela em nossa cidade natal. Minha mãe a visitava frequentemente (mesmo que fosse recebida com ofensas e até mesmo agressões). Enfim, o tempo passou (cerca de 1 ano e meio) e voltamos para a cidade, onde minha irmã vivia alternando entre morar com meu pai e minha mãe (mas sempre xingando os dois).
Os anos foram se passando e eu fui descobrindo coisas sobre mim, como a bissexualidade, e como todos sempre disseram, fiquei mais afeminado. E com tudo isso também acabei virando muito amigo da minha irmã, inclusive contei a ela sobre minha sexualidade depois de muita insistência por parte dela(o que foi meu pior erro). Nessa hora ela começou a mudar, passou a se tornar cruel comigo e as vezes até me expor na frente de familiares e amigos. Porém, eu pensei que não era culpa dela e sim da doença dela.
Meses depois, viajamos com um pessoal da família da minha mãe pra Bahia pra podermos passar o revellion na praia, mas o pior aconteceu. Por algum motivo, ela brigou cmg e tomou meu celular desbloqueado, e eu nem liguei, pensando que podia confiar nela, mas ela fez questão de expor o nome de contato que eu tinha dado para uma amiga: Fulana Namorada Hétera. Era uma bobagem que a gente tinha entre amigos, mas ela fez questão de falar no carro com todo mundo (as vezes pode ser exagero meu, mas eu me senti mal na hora). Alguns dias se passaram e ela falou comigo de um menino que eu gostava a tempos, e que nunca tinha nem sequer contado pra ela (inclusive, eu tinha escrito uma carta pra ele no Cel, e não duvido que ela tenha achado e lido no dia que ela viu o contato).
Então o ano seguiu, e a cada discussão nossa, ela fazia questão de expor coisas sobre mim, que eu buscava manter em segredo. Chegou a um ponto dela simplesmente abrir a boca quando estavam só nós dois e minha mãe e dizer simplesmente: "O X. é bi" e obviamente eu desmenti tudo que ela disse (e ainda teve a cara de pau de perguntar por que eu tinha desmentido sendo que desde o início pedi para que ela não contasse a ninguém). Mais tarde, eu ainda consegui descobrir até que ela já tinha contado pra minha mãe sobre o menino que eu gostava (o da carta).
Além disso tudo ela insiste em falar a todo momento comigo que eu sou gay e que estou errado quanto a minha sexualidade (E detalhe, todos os namorados dela AMAVAM me zoar com ela falando que eu estava no armário e que eu só tinha medo de me descobrir). P.S.: Isso é um puta trauma pra mim por que desde pequeno sempre fui bombardeado de piadas de ambas famílias sobre minha sexualidade e inclusive apostas nas minhas costas de com quantos anos me assumiria, e até hoje isso me magoa.
Eu penso que por conta da minha idade eu poderia estar sendo dramático em toda essa situação e que seria algo muito drástico corta-la da minha vida, e se não for gostaria que me ajudassem a descobrir como posso fazer isso.
Muito obrigado pela atenção,
💛.
submitted by ImNotYourBitchBitch to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 22:35 BoobiesChan Uma historinha de enganação e roubo

Olá, turma, luba, editores, studio, gatas, rainaras, carls, e etc...
Hoje lhes contarei uma história não muito extravagante, mas que aconteceu recentemente entre mim e uma cliente/"amiga" em uma das minhas redes sociais favoritas: o Amino
Bom, para começarmos...preciso dizer que sou desenhista e eu amo isso em mim não apenas como um hobbie ou trabalho, mas sim como parte da minha vida...amo desenhar desde o momento em que peguei um lápis ou uma caneta pela primeira vez, e quanto melhor e mais trabalhoso meu desenho for...mais eu levo a sério, e isso vale com certeza pra muitos artistas de pintura ou desenho que fazem seu trabalho com carinho e amor. No amino eu havia entrado em uma pequena comunidade não muito conhecida onde as pessoas fazem seus OCs e Artes e até fazem RPG e postam em blogs para exibir e as vezes até ganhar Amino Coins como forma de nota das pessoas (PS: Amino coins é meio que um dinheiro virtual do amino onde vc pode usar para comprar coisas para enfeitar seu perfil, comprar balões de texto ou até figurinhas e etc...)
Enfim, eu estava em várias comunidades de desenhos como essa, mas essa comunidade específica em que eu estava era a que eu mais costumava usar...e em outras comunidades de OCs ou RPG que eu gosto muito de ir, eu as vezes posto alguns dos meus desenhos para o público, e como eu estava querendo praticar um pouco minhas habilidades de micro empreendpara ...eu passei a vender meus desenhos para as pessoas online em troca de amino coins.
Comecei a fazer isso praticamente desde o início de 2020, e meus desenhos geralmente custavam entre 5 a 12 amino coins...pois além de usar caderno e paint eu tbm uso editor e as vezes demora quase 5 horas e 30 minutos para fazer a coloração e as luzes certinho e quase sem nenhum borrão.
Consegui investir 1000 AC e estava indo tudo perfeitamente bem, até que um dia...uma garota (vamos chamar de Rainara) havia me chamado no privado e pedido que fizesse um desenho dela versão cartoon. Até aí tudo bem, então pedi pra ela me mandar uma foto dela para que eu pudesse desenhar e ela poderia descrever como queria...ela mandou a foto, e a garota na foto era uma menina sem cílio, sombrancelhas e sem cabelo, e bem pálida com um sorriso meigo...como já deve imaginar, sim a cliente na foto tinha câncer, ela mesma havia me dito.
Enfim, ela pediu para não se importar com aquilo, mas sendo sincera eu fiquei meio mal, pois já tive dois amigos na escola que já passaram por essa merda.
De qualquer forma, eu fiz o desenho, pintei e editei, e quando fui entregar dei uma reduzida no preço pra 3 amino coins...que era o máximo que ela tinha naquele momento...depois de um tempo passei a conversar com ela e ela era realmente uma pessoa muito boa e incrível de conversar e desabafar, e eu ate tinha feito um desenho de nós duas juntas.
Depois de um tempo ela disse em algum momento que precisava de amino coins pra comprar alguns enfeites de perfil, mas ela não pediu nada, ela apenas disse que queria começar a economizar. Eu como sou trouxa e gostava muita dela, eu disse que poderia doar um pouco do que eu tinha pra ela (eu sinceramente não ligo muito pra dinheiro, mas a quantidade de dinheiro que ganho é meio que o resultado de tudo que fiz pra chegar naquele número). Rainara de início recusou, mas eu disse que queria dar como presente há ela, principalmente pra deixa-la feliz, então eu doei mais ou menos 860 Amino coins para ela. Rainara me agradeceu quase cem vezes naquela noite e eu realmente fiquei feliz em saber disso.
Alguns dias se passaram e Rainara havia começado a namorar um garoto (vamos chama-lo de Carls), o Carls era e ainda é um cara gente boa, compreensível e que tá sempre a disposição pra Rainara. Um certo dia ele chegou no meu PV e pediu que eu fizesse um desenho dele com a rainara como presente de namoro pra ela. Eu fiquei feliz e concordei em fazer, e pedi uma foto dele com ela (já que eu não tinha mais a foto dela de antes), então ele me mandou uma foto dele com...uma garota completamente diferente da original....não só pelo fato de ela naquela foto ter longos cabelos, e ter cílios e sombrancelhas, mas o rosto também era muito diferente (e sinceramente menos bonito ;-; Dclp). Como só fazia algumas semanas que a conheci...se o cabelo dela estivesse voltando a crescer depois de estar melhor do câncer...o cabelos estaria no mínimo bem curtinho com alguns pelinhos crescendo lentamente, certo?...enfim... Falei com Carls e eu disse que não poderia ser ela, e expliquei o porquê, e então ele disse as seguintes palavras:...
Carls - "Domy, essa é a Rainara de verdade, tem certeza de vc não está se confundindo?"
Assim que vi a mensagem eu fiquei meio chocada de início...ele perguntou se eu queria que ele falasse com ela sobre isso...e eu disse: "pode deixar...eu converso com ela". E assim fiz, entrei no chat dela e liguei pra ela...ela atendeu e eu perguntei: "Rainara, se não for muita indelicadeza da minha parte que eu pergunte...vc tem câncer, certo?"...
Rainara - "sim, eu tenho câncer, pq essa pergunta do nada?"
Depois que ela respondeu, eu mandei a foto dela com o namorado dela...ela ficou em silêncio enquanto eu perguntava de novo: "Rainara...essa é vc? Com o Carls?" Depois de longos segundos ela simplesmente desligou na minha cara...e só aquilo respondia minha pergunta. Eu continuei ligando até finalmente desistir e esperar....e depois de uma hora ela mandou mensagem pedindo desculpas, ela me ligou depois e eu atendi...pedindo explicações do por quê ela havia feito aquilo... Ela disse chorando no telefone que não sábia e que era estúpida de ter feito aquilo, aí eu pedi pra ela se acalmar e explicar oq passou pela cabeça dela, e ela respondeu:
Rainara - "quando eu pedi aquele desenho eu queria que vc fizesse, eu queria que fosse pra minha irmã que realmente está com câncer, e eu acabei me confundindo com as palavras quando pedi, me desculpa"
Eu não acreditei nas palavras dela (mal sabe mentir), ainda mais depois daquilo, então fui perguntar de novo pro Carls e ele disse que ela está mentindo pq nem irmã ela tinha, e tinha apenas dois irmãos homens. Eu conversei com ela, e eu realmente estava puta com ela por mentir e na cara dura, mas ainda sim tentei me manter calma e conversar com ela. Eu disse que estava realmente muito mal e brava por ela ter mentido, e eu queria cortar contato...ela disse que não queria perder a amizade que tínhamos...(que amizade?...) Enfim, eu falei que o mínimo que ela poderia fazer como favor pra mim era devolver meus amino coins que havia dado de presente e que me esforcei meses pra conseguir....e adivinha oq ela fez? Ela falou que havia gastado quase tudo em balões e figurinhas do amino...eu fiquei brava e desliguei e pedi pra ela apagar os desenhos que havia feito pra ela, mas mesmo que não apagasse ou não, de qualquer forma n ia mudar nada...então eu falei: "espero que esteja feliz por ter ganhado desenhos que fiz de amor e afeto e números de um dinheiro virtual que trabalhei pra conseguir, a única coisa que você perdeu foi uma amiga e a sua dignidade de ser verdadeira com essa amiga" e depois disso eu a bloquiei.
No dia seguinte descobri que Carls havia denunciado a própria namorada pra staff por fake, pois ele havia pegado o celular dela e leu minhas conversas com ela...e descobriu que ela havia usado a foto falsa pra me fazer ter pena dela, e de vez em quando ela fazia isso com outras duas pessoas...mas foi burra o suficiente pra deixar o namorado ter contato comigo...a staff da comunidade a ocultou fazendo ela n poder interagir com ninguém na comunidade por 30 dias. Isso n me deixou feliz, pois eu havia sido feita de trouxa por uma pessoa a quem eu gostava de coração, mas consegui manter contato com Carls...e ele é a única pessoa que me ajudou a me sentir melhor depois de um tempo...
Essa foi história, espero que tenham gostado, beijos lubinha, e deixarei em breve uma fanart pra ti no nhaa...vlw flw
submitted by BoobiesChan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.17 12:11 abisiann Os Boatos ✳

Olá Luba, turma, gatas, e possíveis convidados y editores caso venham a fazer video sobre. -pega a geba por favor -
Hoje vou falar um assunto um pouco complicado pra mim, então isso também serve de desabafo.
Enfim, eu sempre fui bem solitário, e mal entendido, nunca tive quem chamar de amigos em escola, sempre fui tratado como retardado ou estorvo. No caso claro, eu desenvolvi depressão e um monte de problemas psicológicos (que não entrarei em detalhes). Eu por algum motivo devo ter uma aura ruim, as pessoas acham que sou psicopata, acham que sou perigoso, sempre me dizem que achava que eu era algum tipo de maníaco, e eu sempre acabava chorando depois pois queria ser normal.
Nos ultimos anos para cá eu comecei a notar o abuso das pessoas contra mim.
Por exemplo, eu tinha FINALMENTE conseguido uma namorada, e ela ia almoçar comigo num lugar mais quieto - no estacionamento atrás da cozinha - pois eu tenho dificuldade de comer em publico, e era costume meu sempre ir lá. Enfim que alguém se aproveitou da situação e espalhou um boato de que eu havia feito seicho com ela atrás da escola - inventaram até falas - e ficavam me zoando e rindo de mim pela escola inteira, tive surtos, crises de raiva e ansiedade (oque facilitou para acharem que sou anormal). Por causa disso eu acabei perdendo o sentimento que havia pela garota, e quando fui terminar percebi que me livrei de bolada pois ela era tóxica e Nice Girl.
Enfim, mudei de estado, e na época do Massacre de Suzano, decidiram espalhar boatos de que eu estava me preparando para fazer o mesmo! Tudo por que em um momento eu fiz humor negro com o tema, entre "amigos", o que houve? Fui expulso da escola sem direito à me defender. Acho que a diretora se aproveitou para aumentar a reputação da escola.
E o ultimo caso que aconteceu este ano antes da pandemia, por causa de uns problemas e crises depressivas eu tinha decidido... Cometer... Suicídio... E por algum motivo eu me abri para uma garota que foi muito gente boa e pensei que era minha amiga, no caso, neste MESMO DIA! Um monte de garotos me cercam e me jogam um "Por que você tentou beijar a Ana à força?" (Não vou censurar mesmo, estou nem ligando se algum deles verem) - eu não entendi, eu não havia tentado nada, eles ficaram me importunando dizendo que ela estava "chorando" na sala por minha causa. Quando fui perguntar, ela nem olhou na cara e só saiu sem explicar nada, ou seja, não queria falar na minha cara. Todos os garotos da sala dela acreditaram obviamente, bando de gado, ficaram me ameaçando me espancar, formavam grupos na escola para me seguir e ficar me olhando torto, e claro, toda a escola achava que eu era um babaca assediador. Eu fiquei mal demais e isso contribuiu para minha tentativa de suicídio, que falhou e só criei sequelas para a vida toda...
A minha teoria do ocorrido foi, uma garota querendo atenção para ela, assim como aquele caso da garota acusar o ex de estupro e ele ser morto na rua por isso, para descobrirem que ela mentiu depois para chamar atenção. Aproveitando de alguém que obviamente já causa má impressão, mal entendido.
Eu me mudei de cidade, aproveitei a pandemia para fugir do problema, pois é isso que faço, não tenho coragem mais de enfrentar problemas pois já tenho muitos.
É isso, desculpem o texto enorme, só queria compartilhar e que o máximo de pessoas vissem. Luba para de reclamar que vai morrer sozinho, vc é amado ao contrário de um azarado que nem eu... Aliás to disponível ó só chamar k <#¥3
Edit: eu escrevi isso com sono, não durmo direito, então qualquer coisa confusa me desculpe.
submitted by abisiann to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.14 03:05 Nonsense_09 A nova Funcionária - Sexo com colega de trabalho (conto)

Obs inciais: é a primeira vez que escrevo um conto aqui, espero que gostem e estou aberto a críticas de como melhorar, eu sou um leitor que gosta de detalhes e coloquei uns bons detalhes na história novamente espero que gostem! A história é baseada em eventos que já passei misturados com um pouco de fantasias minhas
Era manhã e eu estava no trabalho, apenas mais um dia normal para em estagiário solteiro, fazia um certo tempo desde a última vez que havia transado e já sentia os efeitos da abstinência forçada, desde o último mês eu havia percebido que a nova funcionária do meu trabalho me olhava mais que o normal, ela era meu tipo de garota, negra, magra, cabelos cacheados, gostava no nome dela Marcela.. tinha seios pequenos e uma bunda normal mas só em pensar nela nua meu pau ficava duro, tinha vergonha de me aproximar com essas intenções até porquê é meu ambiente de trabalho, não sei se seria coerente fazer isso e...
-- Oi, Bom dia!
disse ela quando passou pela minha mesa com uma pilha de papéis nas mãos.
-- Está quase na hora do intervalo... quer ir comigo lanchar?
nesse momento meu coração deu um leve pulo em meu peito, o sorriso dela era tão doce quanto o seu perfume, não sei exatamente por qual motivo mas senti meu pau ficar duro e me inclinei para frente em uma tentativa de esconder a ereção.
-- É... claro... sim! eu vou! estou com fome também.
-- Que bom bb, em 10 min venho te chamar!
Ela deu uma piscada com seu olho esquerdo, seus olhos eram um verde vivo, davam a ela um ar de mistério e inocência, 10 min mais tarde novamente na minha sala ela apareceu, me olhava fixamente, eu as vezes achava estranho e ficava meio desconfortável mas aquilo tudo me envolvia, e pra ser sincero no fundo eu gostava, pedi permissão ao meu chefe e fui com ela.
Ao sair do prédio onde trabalhamos, o sol estava quente mas não estava desconfortável, ela começou a puxar conversa enquanto nós íamos até a lanchonete do outro lado da rua.
-- então, como tá o trabalho?...
-- bom está a mesma coisa de sempre sabe? as vezes tenho muito o que fazer, outras não tenho nada, as vezes me dar raiva estar lá já outras... bom.. você sabe, aquele tédio de sempre
ela deu um sorriso com o olhar e um leve sorriso com a boca, após um breve silêncio devido estarmos comendo pastel ela me lança um olhar ousado e um pouco atrevido
-- Sei que não faz tanto tempo que nos conhecemos mas quero te perguntar uma coisa, promete que não fica com vergonha?
-- Claro, por que eu ficaria com vergonha?
-- Bom, eu noto como você fica vermelho quando eu falo com você, sua cara branca tá rosada até agora
dizendo isso ela solta uns risinhos e eu fico um pouco sem jeito, e foi aí que reparei na blusa branca com calça jeans e o belo colar fino e dourado que ela usava em volta ao pescoço, ela tinha seios pequenos mas aquela blusa conseguia fazer eles se destacarem, e a calça valorizada a bunda dela.
-- Bom, o que eu quero saber é... você tem namorada?
na mesma hora meu coração deu um novo pulo e bateu muito forte eu mal conseguia esconder que tinha ficado nervoso
-- Bom... Não... é.. por que a pergunta? haha
-- Bom, eu tava pensando... se você quiser claro, que tal dar uma passada lá em casa, eu to morando sozinha, e quero te conhecer mais, o que acha? cê topa?
-- Claro! Sim! eu vou
eu ainda tremia um pouco percebi que minhas suspeitas na verdade não eram paranoias, por que ela me chamaria pra casa dela? a idéia disso me deixava um pouco mais nervoso, mas na minha calça... simplesmente não consegui esconder minha ereção, tomara que ela não perceba
-- Moro descendo a rua na casa de número 36, da uma passada lá hoje a noite, pra gente bater um papo e tals, não gosto de conversar por whats
e era verdade por mais que nos falássemos pelo whats ela não era de puxar muita conserva apesar de me mandar diversos memes
-- Tudo bem, eu vou!
logo após voltarmos ao trabalho e ao passar do dia trocávamos uns flertes, alguns sorrisos, as pessoas do trabalho pareciam perceber apesar de ninguém falar nada (pelo menos na nossa frente não) com o final do expediente ela se despediu de mim com um abraço forte e disse que ia me esperar, combinamos melhor o horário e de 19h estava ótimo, ao final da tarde tomei um bom banho, levei o pênis bem, apesar de eu ser branco meu pau é mais escuro que o resto do corpo, com veias e uma cabeça levemente arosada e de tamanho normal, aproveitei pra me depilar bem, assim que sai do banho me olhei nu no espelho, não se se todos são assim mas ao me ver pelado fiquei excitada, sou magro, apesar de comer muito hahaha, comi um pouco antes de sair de casa e ir para a dela, passei um perfume e fui, no meio do caminho diversos pensamentos me veio a cabeça, assim que cheguei na porta da casa 36 me dei conta que havia me esquecido da camisinha, mas será mesmo que vou precisar, talvez eu esteja me iludindo não sei, antes mesmo que eu batesse na porta e chamasse por seu nome "Marc.." ela abriu a porta, esteva com seus cabelos escuros presos e vestia uma camisa muito muito maior que ela, era como se fosse camisa e saia ao mesmo tempo já que chegava até metade da coxa dela
-- Poxa, chegou bem na hora, gosto de caras pontuais hein rsrs
-- É, eu tava sem fazer nada em casa e pensei que fosse demorar um pouco pra vir pra cá e...
-- Tudo bem bb, entra! eu tenho uns filmes pra gente ver.
entrei pela porta de madeira e dentro da casa era tudo muito comum e normal uma sala grande que dava para um quarto a direita aonde ela dormia e ao final da sala tinha uma espécie de cozinha, ou seja lá o que isso é, me sentei no sofá e foi ai que reparei nas coxas dela, negras como ébano, lisas, até reluzia a luz, não consegui meu pau foi ficando duro, ela sentou do meu lado e ligou a TV, olhou pra mim com aqueles olhos verdes e disse
-- a Tv alta é um bom fundo sonoro não acha?
-- Como assim?
-- Bobinho rsrs, te deixo nervosa não é?
-- Bom... um pouco
-- Eu gosto disso, percebi seus olhares pras minhas coxas, sente isso!
ela pega minha mão e coloca na coxa dela, passei alisando e senti ela arrepiar, meu pau ficou mais duro do que já estava, dava pra sentir a cueca ficando molhada, ela se deita no meu ombro e diz..
-- eu adoro e seu jeito, meio inocente, gosto disso, é virgem?
-- Não! não sou
-- poxa... tenho um fetiche de tirar a virgindade de alguém rsrs
dizendo isso ela passa a mão na minha calça e sente o meu volume..
-- bom a essa altura acho que nem preciso dizer que tenho vontade de te dar né bb?
-- Rsrsrs bom, não vou mentir que tenho vontade de fuder você... em um bom sentido claro
ela rir alto e me beija, que beijo doce, tinha um hálito suave, e seus lábios grandes e cheios sabiam beijar como nenhuma outra, não sei se é minha tara por negras ou se era ela mas meu coração estava a ponto de explodir em meu peito, após um beijo molhado e demorado com alguns intervalos para selinhos e risos, eu decido tomar a iniciativa mais ousada, empurrei ela no outro lado do sofá e tirei o camisão dela, ela estava sem sutiã nem calsinha, tinha os peitos um pouco maiores do que eu pensava, com bicos grandes e pretos, estavam pontudos, ela tinha um piercing no umbigo e entre as coxas uma buceta com pelos pequenos e bem aparados.
-- Nossa bb gostei rsrs espero que goste da minha larrisinha! rsrs
beijei-a mais e fui descendo, primeiro pelo pescoço e logo em seguida para o seios dela, ficaram ainda mais duras com minhas lambidas, não fazia idéia de quanto tempo havia passando só estava ali naquele momento, e que momento! quando desci para a buceta fui beijando-a na barriga, ela se contraia parecia sentir cocegas, gostava daquilo, quando cheguei na buceta estava tão molhada que senti um gosto de gozo, não era comum, me lembrava de relações anteriores que não achei o liquido vaginal com gosto não muito bom mas ela era diferente, era um gosto bom que me instigou a cada vez mais chupar, a cada chupada ela um gemido abafado de tesão e prazer que eu sentia que apenas me motivava cada vez mais 'ai.. ai... ah... isso... mais devagazinho...", introduzir dois dedos e dentro da vagina diz uma forma de gancho pra estimular o ponto G dela, pelo visto consegui fazer direito, não demorou muito ela estava gemendo alto e gozou ali mesmo 'AH,ah... isso... não para pvf.. iss.. a.. ahh..", ela se contorceu e gozou na minha boca, aquilo me deu um prazer imenso pois satisfez dois fetiches meus, um de transar com uma negra outro de uma gostosa gozar na minha boca, fui subindo e beijei ela, com a boca gozada e tudo, ela estava ainda trêmula e com uma cara de prazer imenso enquanto me olhava com seus olhos verdes.
-- Adorei sua oral, nunca pensei que alguém tão tímido fosse me fazer gozar desse jeito
-- obrigado.. bom, gosto de dar prazer e também de receber rsrs
-- prometo que será uma oral que fosse não vai esquecer gatão!
sentei no sofá, nem me lembrava que a televisão estava ligada e sinceramente nem me importei, tirei o tenis, a camisa e quando fui tirar a calça ela me impediu e pediu pra ela tirar, assim que ela mesma terminou de me deixar nu, e olhou meu pau mesmo na frente dela, babando de um jeito que eu mesmo nunca tinha visto, ela olhou pra mim e foi aproximando a boca da cabeça da minha rola, e bem devagarinho foi colocando boca a dentro sempre me olhando com aqueles olhos verdes, aquela pele tom de ébano que me deixava cada vez mais louco de prazer, e foi assim pelos próximos minutos, sempre me olhando com um olhar de prazer enquanto fazia a lingua dançar sobre minha rola, a sensação que senti foi intensa e ela parecia sentir o que eu sentia, toda vez que eu pensava que estava próximo de gozar ela diminiu a intensidade e depois voltava, parecia que queria me torturar mas eu estava amando meu coração mal se continha no peito, a sensação de prazer, uma coceira boa não sei como dizer ela tinha um dom na lingua e nos lábios com a cabeça da minha rola que nenhuma ex teve, alterava entre beijos e gargantas profundas até que eu estava prestes a gozar
-- ah.. ahh... não.. isso.. vai... vou gozar tira a boca
-- Não! quero que você goze na minha boca! vai safado goza!
tentei segurar, mas não consegui, nunca tinha gozado tão intenso senti até o coração parar e depois voltar quando voltei a abrir os olhos ela sorria, com o rosto melado e a boca babada, pulou rápido em mim e nos beijamos prolongadamente, não me importei de ter provado meu prórprio gozo pela boca dela, mas só em ter-la nos meus braços sobre mim, aquilo sim, conseguio me alcamar bem, apos alguns minutos abraçados e nos beijando ela disse bem baixinho ao meu ouvido
-- agora quero que fosse foda minha buceta
aquilo me vez arrepiar e já me sentia pronto pra mais uma rodada, me deitei no sofá e ela montou em mim, passei um bom tempo, gemendo assim como ela, sentindo o quão gostoso é a buceta dela, e pensando no quão sortudo eu sou de tá ali, depois me perdi de mim mesmo, gozei várias vezes e ela também, trocavamos de possição e depois começava tudo denovo, naquela noite me entreguei ao prazer que ela me deu entre as pernas e tudo aquilo que consegui dos seus lábios, não me lembro como mas quando nos demos conta tinhamos perdido a conta de quantas vezes tinhamos transado e já eram 3 da manhã e nós dois ainda tinhamos que trabalhar, dormi com ela, de conchinha, transamos mais algumas vezes até as pernas doerem mais do que já doiam não aguentarmos mais, não sei como consegui me levantar da cama assim que acordei, não sabia se realmente tinha transado tanto com ela ou se alguma parte daquilo foi só um sonho, mas ao vê-la do meu lado com aquele nariz pequeno e fino com um biquinho na boca enquanto dormia cabeos meio bagunçados e nuas com a bunda pra mim... ah aquilo vez meu coração até errar as batidas, era como um anjo no corpo de mulher, eu estava cansado e ela também assim que acordamos nos arrumamos nas pressas e mesmo assim chegamos atrasados ao trabalho mas que importa? a noite foi incrível, naquele mesmo dia assim que acabou nosso horário e fomos nos despedir...
-- gostei muito do que tivemos ontem a noite... minha buceta tá com saudade da sua língua rsrsrs
-- quando quiser uma nova visita é só avisar
-- bom... que tal hoje de noite novamente, no mesmo horário, no mesmo sofá, tudo como um belo replay bb??
-- Já estou lá! rsrsrs
Bom aos que leram até aqui eu agradeço, é um conto inspirados em algumas fantasias minhas misturadas com experiência sexuais que tive! aceito dicas e críticas sobre minha escrita e o que acharam dessa história da Marcela? kkk
submitted by Nonsense_09 to sexualidade [link] [comments]


2020.08.11 00:33 maluzinhagameprays um almoço homofobico pt 3

oi pela terceira vez luba,editores, gatas, papeloes, e leitor ;)
estou aqui para terminar a historia do " almoço homofobico ".
peço perdao pelo nome [email protected], mas é que a historia ia ser outra, so que resolvi contar desde o inicio e nao troquei o nome chat.
as historias nao serao muito grandes pois n consigo escrever por muito tmp, se n fico com dor de cabeça kkkkkkkkkkkkk
enfim,nos paramos na parte da foto,entao,boa historia a todos <3
a foto foi tirada pela a minha melhor amiga " carla ", mas eu nao sabia da existencia da foto ate o grande dia do almoço homofobico.
alguns meses se passaram, e no inicio de 2018, eu e a aninha comecamos a namorar.
eu ja estava com 15 anos, e ainda ao tinha coragem de me assumir como homosexual, mesmo namorando.
aninha havia se assumido como bissexual no final de 2017, ela foi super apoiada pela familia e amigos e etc.
um final de semana, algumas semanas de começarmos a namorar, minha mae fala que vamos almoçar na casa da minha avó e que eu podia levar uma amiga ou amigo.
falei para a aninha, convidei, ela e ela disse que poderia ir sim, pois amaria conhecer minha familia e que seria uma boa chance para eu me assumir.
nos fomos.minha mae foi buscar a aninha na casa dela e postamos uma foto no insta " indo p casa da vo com a amig.., quer dizer, namorada hahaha".
(isso foi um belo erro)
a carla foi perguntar o porque eu chamei a aninha e nao ela, falando que desde que eu tinha comecado a namorar eu tinha esquecido ela e talz.
depois que chegamos na casa da minha vó, a aninha foi se apresentar e coisas assim, e depois de uns 15 minutos fomos almoçar.
eu,sendo vegetariana desde pequenininha, nao comi muito, e minha mae tentando dar aquela de "mulher fitness ocupada e moderna " (suspeitosamente especifico), terminou de comer, pegou o celular, e viu uma mensagem, mais especificamente uma foto que a carla havia enviado e adivinha oque era?
EXATO
a foto minha e da aninha
minha mae S U R T O U
ela gritou, esperniou, chorou, quase bateu em mim mano
começou a chamar eu e a aninha de nojentas e todo aquele papo de "deus nao vai te aceitar " ou "voce vai p infern0"
eu tentava nao demostrar raiva, mas eu fui logo socorrida pelo resto da minha familia
minha vó, primos, tias e tios me defenderam, disseram que a unica nojenta ali era a minha mae e que quem iria p infern0 era ela e etc
acabou que, no final,minha mae se arrependeu e eu perdoei minha melhor amiga.pode parecer meio babaca da parte dela, mas ela realmente se arrependeu. hoje moro em paz com minha mae e o meu pai, e eu e a aninha continuamos nosso relacionamento. ;)
obrigada por lerem e se vcs quiserem eu coloco uns extras aqui no reddit sobro as historias ksks
obrigada turma,desculpem pelo tamanho pequenos dos textos anteriores <3
submitted by maluzinhagameprays to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.07 02:16 nemeuseiveish Ele é um Nice guy ou so está traumazado?

Olá a todos q estão lendo isso, espero q vcs consigam me ajudar aqui <3
Bom, um tempo atrás um dos meus melhores amigos me introduziu a um grupo de amigos dele pelo whatsapp, elas eram pessoas legais e n demorou muito pra eu me aproximar delas e fazer amizade, todos eram bem simpáticos e divertidos mas tinha um garoto nesse grupo q era um pouco mais "atencioso" (acho que posso dizer assim) e gentil comigo, ele era muito fofo e sempre q eu estava meio mal ele vinha me perguntar oq houve e se poderia me ajudar em alguma coisa, até aí tudo bem, começamos a conversar um pouco mais e ele foi ficando cada vez mais carinhoso e fofo cmg oq eu achei bem estranho pq eu não estava acostumado com esse tipo de coisa, quando perguntei pra uma menina do grupo q era amiga dele já fazia 1 ano mais ou menos ela disse q ele era assim com todo mundo e q eu n tinha q me preocupar. Eu deixei a ideia de q ele queria algo cmg aí msm, pq até então ninguém nunca me quis e n fazia sentido alguém como ele me querer. Mas ai passado um tempo ele disse q queria namorar comigo e q ele falaria com meus pais depois da quarentena se eu estivesse preparado, eu nunca tinha estado em um relacionamento antes e por isso n gostei muito da ideia, mas eu gostava dele tbm então nós meio q começamos a namorar a distância (ele mora a mais ou menos 2 hrs da minha casa). Mas eu ainda estava com pé atrás porque ele era um pouco estranho, ele parecia muito com Nice guy em alguns aspectos, às vezes eu sumia do whatsapp porque não estou acostumado em conversar muito com alguém e precisava de um tempo sozinho e ele ficava muito preocupado/"bravo", ficava insistindo para eu mandar fotos pra ele (fotos do rosto, não nudes), e também um pouco antes de começarmos a namorar ele insistia bastante pra que eu deixasse ele me conhece melhor, eu acompanho a série dos nice guys deisde o primeiro vídeo sei mais ou menos como eles são, e algumas das coisas que se garoto fazia se encaixavam pouco no perfil de um Nice guy. 
Eu fui atrás de todas as pessoas do grupo que conheciam ele a mais tempo do que eu e todas elas me disseram à mesma coisa "muitos amigos dele já pararam de falar com ele do nada, por isso ele é assim", sim eu descobri q muitos amigos e amigas dele já tinham acabado com a amizade deles por causa dos namorados ou namoradas abusivos, e eu entendi o pq ele ficava tão paranóico quando eu sumia, ele tinha medo de eu simplesmente parar de falar com ele, nos conversamos sobre isso e trabalhos nisso juntos, e agr quando eu sumo ele n fica preocupado nem paranóico, estamos nos dando muito bem e ele disse q quer falar com os meus pais logo para q possamos oficializar o nosso relacionamento, mas ainda tenho uma pulga atrás da orelha, ele é um Nice Guy ou eu q estou ficando louco e paranóico?
Me ajudem turma pfvr e obrigada a quem leu até aqui pra tentar me ajudar <3
submitted by nemeuseiveish to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.03 23:11 anajuu_ era amante sem saber mas também ganhei um chifre

olá luba, editores, papelões sobreviventes, gatas, possível convidado (pq ainda me iludo?) e turma que está a ver. então, vamos lá, vamos chamar o desgraçado de carls. estava eu no meu 2º ano do ensino médio solteira, triste e solitária, até que um dia me deparei com um guri que me chamou atenção, então chegando em casa add ele no face ele me chamou passei meu whats pra ele e começamos a conversar. certo dia acabamos ficando, nós começamos a conversar muito todos os dias aí acabou que virou algo mais sério. eu comecei a notar que tinha certas atitudes dele que me incomodava, tipo ele era grosso algumas vezes e não sabia muito levar as coisas na brincadeira, e quem me conhece sabe que eu sou muito brincalhona...mas isso veio mais a tona certo dia em que nós estávamos conversando e como qualquer “casal” nós tínhamos uns papos que já tinham suas certas “intimidades” pelo o que a gente falava, aí teve uma hora que eu falei alguma coisa mas tipo na brincadeira, e como eu já disse que ele não levava as coisas na brincadeira, então ele mandou um vídeo do carlsinho dele pra mim, eu fiquei tipo sem reação e tipo respondi com um sticker (que é o que qualquer um faz quando não sabe o que responder) e ele ficou todo nervosinho e falou “qual foi? não gostou?” e ficou insistindo pra eu mandar alguma coisa de volta mas eu não queria, pq na vdd nem tinha clima pra aquilo e eu nunca gostei dessa ideia de trocar esse tipo de coisa, mas aí ele começou a atacar pro meu lado emocional falando que se eu gostasse mesmo dele iria mandar e que eu tava deixando ele na mão, ele não parava de me atormentar até eu me sentir muito mal com aquilo, como se eu estivesse errada mesmo, e acabei mandando meu peito, mas totalmente contra minha vontade. passado um tempo, eu comecei a refletir como nós não daríamos certo, pq eu não me sentia mais bem com ele, e como a nossa relação era tóxica e não ia a lugar nenhum, então certo dia eu conversei com ele e terminei o que nós tínhamos, ele ficou insistindo por um tempo mas logo depois aceitou. depois de um tempo eu notei que ele estava muito mal, e eu, trouxa que sou por ter continuado me importando com ele, chamei ele pra perguntar o que estava acontecendo, ele falou que estava com problemas em casa, e que tbm tinha ficado mal com o término, aquilo ficou na minha cabeça e fiquei mal, então acabei dando outra chance.
É AGORA QUE A HISTÓRIA COMEÇA MEUS AMIGOS
nós voltamos e estávamos os 2 felizes, até que certo dia eu vi a foto de uma menina de quarto no papel de parede da tela de início dele, perguntei logo de cara quem era e ele falou que era uma vizinha dele e que já tinha se mudado, eu do jeito que eu sou já fiquei muito desconfiada. outro dia numa aula vaga uma amiga minha viu ele saindo de uma sala vazia com o irmão dele e outras 2 meninas, 4 é par né, minha amiga me contou, depois disso ele me viu passando pelo corredor e me puxou pra conversar, (ele viu que a minha amiga tinha visto tudo) falei que não queria falar com ele, acredita que ele fez a menina ir falar comigo? ela falou até que namorava mas uma amiga minha conhecia ela e depois falou pra mim que a menina não namorava, afinal, o que uma menina que namora estaria fazendo em uma sala vazia com ele? isso só me deu mais certeza, não queria mais nada com ele e já tava disposta a acabar com tudo, discutimos e acabei bloqueando ele, ele me chamou no insta se explicando, e falando que o irmão dele ia ficar com uma menina que tava na sala e ficou insistindo pra ele entrar e que ele nem sabia que tinha outra menina na sala, também falou que jamais faria isso comigo ainda mais agora que a gente voltou, blá blá blá, falou até que me amava KKKKKKKKKKK, por incrível que pareça ele conseguiu me convencer e eu dei mais uma chance, mas parece que as coisas nunca mais foram as mesmas, numa sexta feira, lembro disso como se fosse ontem, vi que ele estava muito estranho, mais estranho do que o normal, mas ele não deixou de ficar do meu lado, de me beijar e dar carinho, no domingo ele me chamou falando que precisava falar comigo, que ele tinha feito algo ruim e se arrependeu, só que na segunda eu faltei, pq perdi a hora, acordei meio dia com a minha amiga me mandando áudio falando “vc viu a biografia do carls no instagram?” entrei no instagram dele e adivinha, ELE ESTAVA NAMORANDO, fiquei inconformada, ou seja, a menina da foto era a namorada dele, tenho certeza que ele ficou com aquela outra menina que tava na sala com ele, ou seja, ele traiu a namorada tendo uma relação comigo e me traiu com aquela outra menina, mas acabou que ele nunca mais me chamou e nem tentou falar comigo pra se justificar. moral da história: fiquem sempre atentos aos sinais, eu recebi vários fui trouxa ignorei e quebrei a cara em mil pedaços ps: eu ainda tenho os áudios dele no instagram ia postar junto com a história mas achei que ia ficar muita coisa, mas se quiserem ver como fui domada algum dia eu posto <3
submitted by anajuu_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.01 17:52 Natalia_Richarde2020 O DIA QUE FUI AMEAÇADA DE MORTE PELA EX

oi luba, turma, gatas maravilhosas, papeis assassinados, editores e possível convidado (que quase nunca tem), hoje vou contar minha triste historia de como fui corna e traída por amigos. bom luba essa é a minha primeira vez participando e espero muito que goste da historia.
ps: estou repostando, pq a anterior tinha alguns detalhes faltando e alguns erros de português ( me perdoe se ainda conter alguns), mas sem delongas vamos a historia.
Eu tinha uma amiga e a gente era bem próximas no período do ginásio e aí quando fomos para o 1° ano do colégio (2015) foi quando eu conheci um menino e a gente sempre foi próximos e por mais que ele trocava de turno na escola (por conta de trabalho),mas isso não interferia nossa amizade e nessa época ele começou a namorar essa amiga minha e cara eu shippava eles pra caralho e sempre apoiava e tudo mais, mas quando foi no 3°ano do colégio (2017) eu e esse meu "amigo" ("amigo" pq eu considerava ele mais um irmão) a gente caiu na mesma sala e aí ele sempre me pedia conselhos sobre o namoro pq segundo o que ele me contava, ela era muito infantil no namoro e tinha ciúmes demais e ainda tinha ciúmes de mim e tipo sempre dei conselhos para ele conversar com ela e assim se resolverem e essa amiga minha em vez de chegar em mim e perguntar as coisas para mim, ela simplesmente mandava outras pessoas perguntar sobre minha relação com o namorado dela e bom sempre fui sincera e sempre falei que considerava ele como meu irmão e que eu e ele não tínhamos nada. Mas ela sempre vinha com as criancices e tudo mais e depois dele passar o ano todo nesse chove não molha ele pediu mais conselhos para mim sobre e eu já tinha dado vários conselhos e o namoro deles não melhorava e o mais sensato quando isso acontece é o término (principalmente quando o diálogo não funciona mais) e aí eu falei para ele que se não tinha jeito que ele terminasse com ela, pq eu não queria o meu irmão sofrendo e assim ele fez e nisso começou o inferno, pois, ele começou a ficar com uma outra amiga nossa e ela começou a xingar eu e essa menina para o colégio todo e sempre quando alguém ia tirar satisfação, bom se fingia de que não tava fazendo nada e que os outros queria envenenar ela para nó,s blz os dias foram passando e aí eu e ele começou a ficar mais próximos, pois a gente cantava no mesmo ministério e aí a gente acabou começando a ficar serio e após 1 mês e começamos a namorar e aí a ex dele veio de mimimi para o meu lado sobre ele e dizia que ele amava ela ainda e aí eu contei que a gente tava namorando e tudo mais e que ele já tinha esquecido ela e que era pra ela seguir a vida dela(maldita hora que fui falar isso) essa menina começou a nos perseguir e nesse meio tempo conheci uma menina (meu namorado que apresentou ela)e ela se tornou uma irmã e ela sempre me ajudava em tudo ( guarde essa "melhor amiga/irmã", pois ela é importante), bom essa ex dele começou a nós perseguir e me atormentar e vindo conversar comigo no whatsapp (na maioria das conversas era nós duas brigando) e vinha postando indiretas para mim (e eu como uma boa pessoa retribuía as indiretas, com outras indiretas) e nessa época eu trabalhava e meu namorado sempre ia lá e passava um tempinho lá para me ver, mas teve um dia que ela viu ele lá e foi lá e sentou do lado dele e começou a me provocar tirando fotos dele e postando com legendas fofas e logo depois ela foi na mulher que cuidava do caixa e era amiga dela (essa mulher era bem próxima minha, era quase uma mãe no trabalho, foi ela que me ensinou tudo e me ajudou com tudo sempre, ou seja ela sabia da historia e ela iria me defender e me contar) e essa garota começou a falar que eu tava atrapalhando o namoro dela com ele e falando outras coisas além disso e tentando me envenenar para ela e meio que querendo que eu perdesse meu emprego, mas essa mulher já sabia da verdade e apenas acalmou ela e falou que se ela namorasse ela o pq de quando ele caiu de moto eu que estava lá do lado dele no hospital e não ela e quem cuidou dele foi eu e não ela e outras coisas e nisso ela saiu e a mulher veio conversar comigo e falar o que ela tinha falado e nisso eu comecei a chorar e tudo mais, pois meu psicológico tava totalmente abalado e estava totalmente frustada com tudo ( e também tinha medo dessa menina fazer eu perder meu emprego, pois era meu refugio aquele trabalho e por mais que era difícil lidar com as pessoas, aquele trabalho me fazia esquecer dos problemas em casa e no pessoal) e aí passou um tempo e ela ainda estava atormentando e um certo dia ela veio falar para ele que tava grávida dele (pois eles tinha feito fuc fuc 1 mês antes da gente começar a namorar ou seja, quando a gente estava ficando serio) e aí ele veio até mim e me contou tudo e eu perdoei ele e aceitei ele mesmo tendo um filho com ela e que estaria aqui para ajudar ambos no que precisar e umas horas mais tarde ela apareceu e começou a forçar ele a terminar comigo e ele falava que não ia terminar e ela ficava insistindo e aí eu perdi a cabeça e comecei a discutir com ela no meio da praça e todos olhando (puta vergonha que passei), mas aí como eu vi que ele não estava bem parei de discutir e ele foi conversar com ela e até que conseguiu fazer ela ir em bora e ai ele decidiu não assumir a criança, porém ajudar financeiramente ela e ela não aceitava essa ajuda nossa e fazia altos dramas ( de como ia ser o filho dela sem pai presente e tudo mais) e até que um dia a gente fez ela fazer exame para a gente realmente saber se era verdade a gravidez (como ela tinha uma certa fama de destruir relacionamentos dos outros, a gente foi ter certeza se procedia a história) e aí no dia que eles marcou os exames, meu namorado ia com ela neh, porem ela não esperou ele e tirou sangue sem ele e isso aí já fez a gente suspeitar da procedência do exame (pq o laboratório não era tao confiável), mas aí passou uns dias os resultados chegaram e dizia que ela tava realmente grávida e ainda sim existia a dúvida de ser dele e ela ainda continuava infernizando a gente e aí sempre que eu pedia conselhos para aquela "amiga" minha, ela sempre falava para mim terminar com ele e nunca me apoiava e tudo mais e isso me fez ter um pulga atrás da orelha sobre fidelidade dela (mesmo ela falando que ele não fazia o tipo dela, pq ela pode estar mentindo e a fama dela não era tão boa assim, tanto que tinha vindo pessoas me alertar sobre ela) e comecei a ficar esperta, pq meu namorado sempre que a gente ia sair ele gostava de passar na casa dela e tudo mais (e também comecei a ficar alerta, quando meu cachorro avançou nela, sendo que ele é amoroso e tem teorias de que cachorro tem o sentido de descobrir que não tem boas intenções e isso já me deixou encafifada e também teve um dia que a gente foi na casa dela e eu meio que me senti excluída ) e aí um dia a gente marcou de ir eu, meu namorado e a ex dele para a gente sentar e conversar sobre e bom esse dia chegou e após muita discussão ele me escolheu e ela não queria aceitar e começou a fazer chantagem e ainda mandando indiretas para mim por celular e a gente discutia sempre no whatsapp e aí teve um dia que ele foi por um ponto final e aí ela me ameaçou de morte e tudo mais (pse ele gravou um áudio sem ela perceber e ela me ameaçava e falava que se ela não podia ficar com ele, que eu não ia ficar e que ela poderia ir pro inferno por me matar, mas ela não se importava) e quando descobri isso fique desesperada e com medo e com raiva por ele nunca por um ponto final e tudo mais e isso tava me fazendo perder muito cabelo e eu ter crises de ansiedade, pois estava aguentando essa barra toda sozinha, pois não tinha apoio de ninguém (minha mãe sabia do namoro, porém nunca fui de dividir os problemas com ela e ela amava meu namorado) e aí um dia a ex dele teve um aborto espontâneo e aí ela parou de nós infernizar (esqueci de falar que ela sempre falava que ele só está a comigo para fazer ciúmes nela e tudo mais kkkk sendo que ele odiava ela) e aí a gente começou a ter paz, porém ele começou a ficar mais distante (ele falava que eu era a que tava distante, sendo que eu sempre fazia textinho e ele sempre falava as mesmas coisa que ''ele estava surpreso e não sabia o que dizer'' e demais desculpas esfarrapadas e até gastei 150 reais em uma aliança nova, pois eu tinha perdido a outra numa viagem e cara sempre fazia surpresas eu dava 100% de mim e ele nem 50% dele e isso me deixava muito triste e insegura comigo mesma) e um dia ele foi trabalhar em uma festa e aí ele me traiu com uma outra amiga nossa e ele falou que não foi culpa dele e que a menina que tinha beijado ele e tudo mais (e eu a trouxa perdoei)(esse rolo todo foi em 2018) e aí o ano passou e faltando 2 semanas para acabar fevereiro de 2019 ele me pediu um tempo e nesse período aquela minha "amiga" começou a postar fotos com ele com legendas fofas e tudo mais e era todos os dias praticamente e aí eu me afastei dela e aí nesse período saiu o resultado do meu vestibular e eu consegui passar aonde eu queria e aí eu e meu namorado marcou de conversar e resolver o nosso namoro (pq eu tava quase indo para outra cidade por causa da faculdade) e a gente foi no dia que a gente completava 1 ano de namoro e aí ele chegou deu feliz 1 ano e aí começou a falar que me amava,mas que ele tinha medo de eu ir para outra cidade e trair ele ou conhecer alguém melhor que ele e tudo mais (sendo que qualquer babaca seria muito melhor que ele e serio eu trair ele? esses medo era pq ele era o infiel da relação)e aí ele falou que se eu queria terminar com ele e aí eu falei que seria melhor a gente terminar, pq se pra ele nosso relacionamento a distancia não ia funcionar, então para que continuar e aí ele veio me abraçou e começou a chorar, porém percebi que aquele choro não era muito verdadeiro e aí eu chorei vindo para casa, mas era um choro dele alívio e um pouco triste por ter que contar para minha mãe que a gente tinha terminado, pois como a gente terminou eu estava tranquila que eu não iria sofrer mais e assim iria para outra cidade e não precisarei conviver com aquelas pessoas e aí alguns meses após o término meu ex veio conversar e pedir desculpas por tudo que ele tinha feito e pedir uma segunda chance, pois ele tinha se arrependido de tudo (pq ele tinha namorado e essa menina tratou ele tão mal, quanto ele me tratou e aí ele se deu conta das merdas que ele fez com quem realmente amava ele e que sempre cuidou e quis seu bem), porém após esse término eu comecei a ter mais alto estima e perceber que eu merecia alguém muito melhor e que ele e aí eu naturalmente dei um fora (ele começou a falar coisas do tipo ''você fazia cursinho fora e você acha que eu não iria desconfiar de algo'', insinuando que eu tinha traído ele e eu me estressei e comecei falar e por pra fora tudo e ai ele viu o quão errado ele estava) e uns dias depois um amigo meu veio me contar que esse ex meu tinha ficado com essa "amiga" minha um pouco depois que a gente terminou e eu fui e perguntei para ele e ele me confirmou e aí eu cortei minha amizade com aquela "amiga" e aí ele queria continuar a amizade comigo e eu aceitei, porém sempre fui fria e aí ele veio reclamar que eu não era a mesma e que eu estava fria com ele e aí eu falei que depois de tudo ele queria ainda que eu fosse igual com ele e fingisse que tava tudo ok e aí ele parou de falar comigo, por atualmente eu já os perdoei e queira que ele sejam feliz, contei para minha mãe os reais motivos de eu ter terminado com ele uma semana depois de ter me mudado para outra cidade, pq eu não tinha coragem de contar cara a cara e aí lubinha atualmente eu encontrei alguém que realmente me ama e me valoriza do jeito que sou e sempre me anima e sempre está disposto a tudo por mim, tanto que foi ele que me apoio a vir contar para você essa historia (eu e ele te assiste e então sempre que a gente joga a gente usa algumas frases suas), bom lubinha tenho algumas prints das conversas e queria muito poder deixar aqui para você ver, mas não sei como faz para colocar kkkk, a já ia esquecendo de contar que essa ex namorada dele sempre tentava fazer meu amigos se virarem contra mim, porem não conseguiu e então é isso lubinha essa é minha historia de quando fui traída em um relacionamento e em amizades . bjs lubinha e obrigada por todas as noites de diversão que você me proporciona (principalmente com o quadro nice mendigos e sempre coloco eles quando estou com crise de ansiedade ou insonia, pois me ajuda a acalmar e dormir) e caso queira julgar quem foi o babaca da historia pode ficar a vontade (apesar de eu achar que todos foram kkkkk). é isso lubinha,bjs e desejo todo o sucesso do mundo para você, seus editores e turminha. então é isso bjs lubinha, amo você.
submitted by Natalia_Richarde2020 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.30 04:00 AoiLucet Meu estranho ex namorado

Olá Luba, gatas, editores e turma/chat/galerinha do fundão
Minha história começa no meio de 2016 q foi quando eu conheci o Carls, um garoto otaku e estranho que estudava com um dos meus melhores amigos no turno da tarde. Eu conheci ele na hora da saída por meio desse meu melhor amigo, conversamos sobre animes e tals e logo nos tornamos amigos
No ano seguinte(2017), acabamos por estudar juntos e como ele era a pessoa mais amistosa comigo na sala, ficamos mais unidos ainda e ele começou a falar mais sobre coisas pessoais. A primeira coisa assim foi sobre sua namorada q tava ignorando ele, mas n era tão simples assim, o garoto insistia em ir na escola dela e esperar em baixo do sol as vezes quase tendo insolação só para tentar falar com ela, eu achei isso bem estranho mas relevei(umas semanas dps descobri q na vdd eles tinham termindado). Um tempo depois ele me disse que tinha múltiplas personalidades e eu boba como era, acreditei, e ele costumava interpretar cada personalidade como uma emoção e tals e já até chegou a falar q uma delas estava matando ele aos poucos o q me deixou bastante preocupada na época. Nessa mesma época ele falou q quando era mais novo tinha abusado e sido abusado por pessoas de idades próximas da dele. Mano, era td mt bizarro, mas sempre tratei ele normal e tals, sempre relevando esses assuntos (eu pensava q mts das coisas era mentira, mas sla)
Uns meses depois, quase no meio do ano, ele falou q o bagulho das múltiplas personalidades era mentira (Ah jura?), e q ele n tinha só falado para mim mas falou para várias pessoas, eu fiquei realmente mt bolada com ele e até deixei de falar com ele por uns dias, dps d um tempo ele pediu desculpa e falou q revelou a verdade para as outras pessoas também e disse que eu era a única que ainda falava com ele
Esse assunto passou e acabamos nos aproximando mais e namorando, ele foi meu primeiro namorado (e até agr o único) e eu não sabia direito meus sentimentos e tals, mas acabamos ficando junto, dps d um mês eu decidi terminar e tals, mas ele acabou insistindo para ficarmos mais um tempo para q o tempo q ficamos juntos n fosse irrelevante dps, então no final ficamos uns 2 meses e meio saindo e dps acabamos ficando numa amizade colorida até o final do ano. Durante esse tempo ele sempre falava d gostar d manipular conhecidos dele (mas q nunca faria cmg e tals) e as histórias de abuso. Basicamente minha resposta para td era "vai se tratar num psicólogo e tals" e ele sempre falava q os pais dele n ligavam e tals e isso sempre me deu mt pena. Teve uma época q eu basicamente tinha q falar td q ele tinha q fazer, parecia q ele tinha virado depende d mim o q me deixou bastante preocupada pq parecia q ele n ligava pro q poderia acontecer consigo mesmo
No recesso de final d ano, eu e ele paramos d nos falar com tanta frequência e eu comecei a pensar em td q aconteceu e td q ele falou e comecei a me sentir mal e tals, então decidi excluir ele d minha vida, mas para n ser mt cruel(mais dq eu já estava sendo) e tals, eu mandei uma mensagem explicando td, como eu me sentia e q eu preferiria q fosse assim, bloqueei ele em tds as redes sociais (pouco tempo dps ele apareceu em alguma conta me pedindo para eu desbloquear ele pq ele n gostava de ser bloqueado). No ano seguinte, eu ignorei ele quase q completamente o ano inteiro, só n foi o ano inteiro pq como eramos ex namorados e ele naquele ano estava agindo mt estranho, sempre tentavam perguntar para mim sobre ele(mas ele nem tentava falar cmg, o q tornou mais simples), apenas na recuperação do final do ano q ele tentou conversar cmg, mas eu continuei o ignorando
Pra vcs terem noção, nesse ano (2018) ele saía no MEIO da aula para tomar café na sala dos professores, ou andar pelo pátio, além de ter bombado em todas as matérias precisando de +10 pontos. Por conta dessas ações dele, varias vezes professores, colegas e até a diretora vieram me perguntar se ele tinha um problema psicológico ou se tinha algo errado
Eu sei q é egoísta e tals, mas esse ano, foi complicado para mim tmb, as poucas pessoas q falavam cmg sairam e meus amigos da outra turma gostavam mt do carls e passavam mt mais tempo com ele e se ele aparecesse, eu teria q ignorar ele e sair do local, pq eu sentia q se eu tentasse falar qlqr coisa, eu ia esquecer td e voltaríamos como éramos antes
Em 2019 eu mudei d colégio e só vi ele algumas poucas vezes q foi quando eu tive q ir até a minha antiga escola
Ele chegou a conhecer alguns amigos meus e tals(quando estávamos juntos), mas sempre q me perguntavam (na escola ou n), eu preferia n dizer sobre o motivo q eu ter excluído ele da vida. Pelo menos até hj, já q eu tô postando a história (q eu sei q tá mt bugada) aq no reddit
(Ah, em 2016 eu tinha 12 anos e ele 15, ambos estávamos no 8° ano)
Eu sei q fui babaca por ter ignorado as coisas q ele falou e dps ter parado d falar com ele, masenfim tô preparada para se cancelada
submitted by AoiLucet to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.25 03:58 Noiajuuhs "Amiga" fofoqueira.

Olá Lubinha que eu amo, editores e possíveis convidados. É a primeira vez que participo aqui e talvez nem vou aparecer no seu canal, mas talvez algum ser vai ler essa história, então já vale. Bom, essa história se passa quando eu estava no 6° ano ( agora estou no 8°ano ), e bem, como posso dizer, eu era muito estranha e iludida(?). Não que eu não seja agora, mas eu sou o tipo de pessoa que só é lembrada por último, que quase ninguém não conversa e que as pessoa nem prestam atenção em mim. Sou a esquecida, digamos assim. Eu era tbm o tipo de pessoa que se apaixona/gosta de qualquer pessoa bonita na escola, e nesse ano não foi diferente. Tinha um menino, que eu achava muito bonito e ainda acho hj em dia, que estudava no 9° ano ( ele repetiu o 9° ano, ano passado e esse ano ele saiu da escola, não sei se ele passou pro 1° ano). E eu gostava muito desse garoto, ao ponto de ficar literalmente olhando ele no recreio inteiro, procurava ele em todo lugar, só pra ver ele e tals. Eu era tão apaixonada por ele que pensei até me declarar. Até ai tudo bem, paixonites de escola todo mundo tem, mas teve um dia que nao contive a ansiedade e eu estava nervosa por algum motivo, que até hj não sei pq. Tinha um menina que eu vou chamá-la de dora ( todo mundo da sala chamava ela assim, por ela ser pequena e ter os cabelos igual da dora aventureira ), ela era a pessoa mais "famosinha" da sala e talvez da escola, por que ela conhecia praticamente a escola toda, quase. E ela estava sentada na carteira da frente e eu atrás dela, e a dora meio que estava mais digamos, conversando comigo mais que o normal e eu não achava isso estranho, sei lá gostava. Mas é que no dia a "best friend" dela faltou e eu meio que fui a segunda opção. Já que tentava ser amiga delas duas, mas elas nunca me deixavam entrar e eu meio que forçava sei lá, a amizade. Enfim, eu chamei ela, cutoquei a dora e eu não sei o que deu em mim mas falei assim. "- quer saber de quem eu gosto?", Eu devia tá louca e talvez eu estava mesmo por do nada dizeperguntar coisas dessas, como se ela estivesse interessada em quem eu gosto. Mas ela ficou curiosa e perguntou de quem eu gosto e tals, e eu só disse que gostava de um menino do 9 ano e ela perguntou o nome e acabei dizendo. Vou chamá-lo de sabiá ( o povo da minha sala o chamava assim pq ele tinha pernas iguais do pássaro, sim ele era magrinho), ela sabia quem era obviamente, mas eu sei lá pensei que como era um segredo, que eu disse que não era pra contar pra mais ninguém. No mesmo dia, quando já estava todos de saída da escola, pois nesse dia a nossa aula acabava junto com a da aula do 9 ano e só acontecia se eu não me engano, nas quintas-feiras. Tava eu, a dora e mais três pessoas que era digamos os populares da minha sala, e quando eu avisto meu crush, a dora solta a bendita frase ("- A ... Gosta do sabiá”) (e uma curiosidade é que a primeira letra do nome que eu chamo ele nessa história tbm é a mesma letra inicial do nome dele). Enfim, depois disso os populares começaram a perguntar pra mim se era verdade e eu como uma boa atriz disse que não, mas eles não acreditaram e começaram a espalhar a notícia, e o melhor amigo dele ficou sabendo e contou pra ele e o sabiá na época, namorava uma menina do 8 ano e tipo ele e a namorada, junto da sala dele, começaram ficar me olhando sabe. Eu juro que quis muito matar a dora, mas se eu matasse eu ia acabar sendo presa pq eu não sou muito boa em esconder corpos e ficar de bico calado como vcs podem ver e perceber. Enfim, essa foi minha história e depois trago mais de minhas histórias ridículas e micos que passei e bom passo até hj. Tchau luba, te amo!!!
submitted by Noiajuuhs to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.15 05:02 misomiojinho SOU BABACA POR NÃO CONTAR PRA NAMORADA DO MEU TIO QUE ELA É CORNA??

Olá Luba, editores, gatas que escravizam o Luba, papelões falecidos, Luna, Lulu, possível convidado e turma que está a ver, como estão? Hoje vim contar a história de como eu descobri recentemente que a namorada do meu tio é corna. Eles se conhecem desde 2017, porém, eu só conheci ela em 2019, essa história é recente porque o que me fez me perguntar "será que sou babaca?” aconteceu recentemente, mas vamos começar do começo.
Em 2019, quando eu não tinha um celular bom, meu tio deixava eu jogar no celular dele um joguinho de fazenda e sempre chegava notificação de mulheres que ele sempre parecia tentar "conquistar", mas como eu ainda não conhecia a Marls pessoalmente eu sempre pensei que ela era só mais uma mulher normal. Quando conheci ela eu conheci a filha dela que considera o meu tio pai dela, então eu sabia que eles ainda estavam juntos porque ele vive indo pra cidade da Marls ver a Farls.
Umas semanas atrás eu ouvi meu tio fazendo ligação com uma mulher que não era a Marls, porque a voz era diferente e como a ligação era de vídeo pude ver ela. Desde muito tempo eu tento dizer pra Marls que ele trai ela, lembro de quando eu pedi pra uma amiga falar pra ela no Facebook e não teve resposta, e quando eu ouvi aquela conversa eu tomei a decisão de gravar dois áudios dele dizendo coisas como: “posso entrar nesse coração tão machucado?". Eu queria ter provas! Provas de que ele mente pra ela e jogar tudo no ventilador, falei pra mim mesma que eu ia falar pra ela da próxima vez que ela viesse aqui, porém, o inesperado aconteceu, uma semana depois ela veio dormir aqui em casa pela irmã dela estar em outra cidade e a casa dela estar trancada, fiquei muito nervosa em contar que acabei desistindo, ela provavelmente não ia acreditar em mim por eu ser uma criança ainda e ela ia falar com meu tio pra ele falar com minha mãe. Eu não sei se ela vai descobrir, mas eu realmente quero que ela descubra, mas enfim, quem é o verdadeiro babaca messa história?
submitted by misomiojinho to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.11 20:37 darwinson-chan O dia que minha namorada me expulsou do armario

Olá lubixco, editores, papelões (ou restos deles...), possível convidado (q n deve existir pela quarentena), turma que está a ver ou ler e pspsps gatas (já que não olham mais pro luba, dêem atenção pra mim).
A história não é bem engraçada, mas talvez possa ajudar alguém ou até fazer algumas risadas... Espero que gostem!
"O dia que minha namorada me expulsou do armario sem querer"
Então para esclarecer, eu me descobri bissexual no 9 ano e comecei a namorar uma garota no médio. Nunca fui de pegar ninguém então acabou que ela foi minha primeira namorada e a unica pessoa que eu tinha beijado.
Eu e essa menina, que na época se chamava Isabele e é assim que a chamaremos aqui, tínhamos um relacionamento legal, assistiamos anime e, as vezes, íamos no shopping com algumas amigas (o que era mais uma desculpa que qualquer outra coisa, mas tudo bem). Mesmo assim ela ainda fazia algumas piadas sobre minha sexualidade, meio bifóbicas, tipo "bem que você podia ser 100% sapatao" ou "não precisa fingir ser meio hétero", enfim...
Quando tínhamos uns 2 meses de namoro, saimos em um rolê com umas amigas pro cinema. Estávamos sentadas na frente do Starbucks (ela com alguma bebida de lá e eu com a casquinha do Mc pq eu sou pão duro) enquanto as outras "compravam o ingresso" (provavelmente n queriam segurar vela ou estavam atras de algum boy).
Entao Isabele disse que tinha que conversar comigo. Ela tava meio estranha nas últimas semanas e eu já tremi na base, achando que tinha feito algo errado, que ela ia terminar comigo ou algo assim. Isso começou a me deixar meio nervosa (e eu tava meio instavel pela TPM).
Entao a Isabele falou algo tipo: "Eu nunca me senti bem comigo mesma sabe... nao me identifico muito com o meu genero..." então ela falou que estava questionando o próprio gênero (há algumas semanas ela confirmou isso). Eu falei que tudo bem, que ia gostar de qualquer jeito, que amaria elu independente do genero. Isabele disse que estava pensando também em mudar o nome e eu apoiei e taus (mas continuarei chamando elu por Isabele por pedido próprio para não expor).
Elu veio por trás para me dar um abraço, o que eu achei estranho pq como eu ainda não tinha "saido do armário" pra mt gente nao costumavamos ter essas demonstrações publicas e muitas pessoas achavam que éramos amigas. Dada a situação não me importei, NÃO É COMO SE ALGUÉM FOSSE ME RECONHECER. Então elu disse no meu ouvido...
Eu respondi que eu era bi, mas podia amar elu mesmo assim. Além disso, na minha cabeça, se eu fosse lésbica não poderia gostar delu, já que se identificaria com outro genero.
(Algumas pessoas consideram que bissexuais podem gostar apenas de dois gêneros e eu nao tinha certeza na epoca. Hoje já tenho mais certeza pois vi um vídeo de uma tiktoker que me representou( https://vm.tiktok.com/T6aeL). isso meio que me pressionava e me dava umas crises de identidade fodas. Mas tudo bem. )
Depois de uma breve discussão, que eu não lembro o q tínhamos falado, Isabele perguntou de novo, meio pra baixo meio irritade e falou que eu não podia ser bi se eu ainda gostasse delu. Eu, como a pessoa calma que sou, acabei gritando "não posso o car...valho!" E concluí "Pensei que te amar fosse o suficiente" e atraí um pouco de atenção, havia alguns grupos adolescentes próximos olhando (guarde essa informação, ela é bem importante).
Acho que elu ficou magoade com aquilo e eu me senti muito mal, mas qual o problema em eu ser bi? Além disso elu sempre soube que eu tenho muitos problemas quanto a isso e mesmo assim ao inves de ajudar com minhas crises fazia piada. Mesmo que não soubesse a real intenção, se Isabele estaria fazendo as piadas pra me acalmar ou talvez me fazer admitir ser lésbica. Enfim não sei
Anyway, eu não devia ter gritado, elu ficou brave e explodiu tb, dizendo que eu tinha preconceito com pansexuais por não me admitir ser. E do nada o assunto mudou "Aliás por que você não sai da porr* do armário, em cara***?! Não tem orgulho de sermos um casal? ".
Isabele queria muito que eu falasse pros meus pais, já tinha dito que se sentia mal em esconder isso. Os pais delu são de boa então ela contou pra elus e pediu pra manter segredo, mas eu não contei nem pra todos meus amigos. Elu queria muito se apresentar como meu namorade, mas eu sempre disse pra elu esperar e elu ficava chateadu.
Bem, até agora, Quem é o babaca? (Deixa nos coment com um * pra eu saber que está se referindo a esse momento)
Continuando: eu, que já sou chorona, naquele dia estava bem pior. Como eu sempre faço, sai correndo pro banheiro, bem clichê mas é.
Uns minutos depois a minha amiga, que vamos chamar de Ana, foi atrás de mim, me ligou. Eu tava trancada numa das cabines do banheiro, só atendi e falei que tava no banheiro e ela me achou por causa do tênis que eu tava usando, que tinha uma faixa de arco íris na sola (alias como ela viu o meu tênis sendo que eu tava na última cabine, nao sei. só espero que não seja do jeito que eu imagino).
Ela me acalmou e taus, naquele momento o que eu mais sentia não era ódio delu e sim de mim mesma, eu não tinha o porque de ter gritado, descontei nela os problemas das minhas próprias crises.
Enfim, o resto do role meio q miou né? Eu fui pra casa da Ana pq se meus pais me vissem com aquela cara iam perguntar. Eu tava digitando um textinho de desculpas quando ela me parou e mandou eu olhar o twitter no perfil de Isabele. Eu olhei e já notei de cara uma indireta: "Acho que fingir 'ser alguem que você nao é' é péssimo. Mas pior é mentir para os outros e continuar mentindo." Quem manda indireta no twitter? eu não uso muito, então não sei se é normal mas subiu o ódio de novo.
O dia não podia piorar né? Mas o problema é que a situação nao acabou aí.
Lembra que eu disse que tinham muitos adolescente lá? Então, acontece que esse shopping é perto do colégio onde eu estudo então geral vai la e entre eles estava uma aluna do colégio, vamos chama-la de Carls.
A Carls era da minha série e, como adolescente nao sabe cuidar da própria vida, não só contou pra umas amigas, como também filmou uma parte e postou no snap. Hoje me abomino por ter pintado metade do meu cabelo de vermelho pq provavelmente ela me reconheceu por isso. Sabe aquela garota que gosta de espalhar fofoca por aí e age como se não tivesse feito nada de errado? bem era a Calrs.
E como adolescente também adora uma fofoca ou jogar lenha na fogueira, de repente virou um rumor. Alguém tirou print e o negócio meio que espalhou. Lembro que naquele dia chegaram a colocar no stories do insta do colégio (o insta que é meio que um blog dos alunos do médio) uma enquete se nos shippavam ou não.
O twitter de Isabele era privado, o que talvez diminuiu o alcance, mas não o suficiente pra elu perceber o que estava acontecendo. O post foi suficiente pra confirmar que eramos nós brigando e tiraram print do post dela, então adiantou nada a conta ser privada. As pessoas das nossas séries perguntavam pra mim se era verdade, tratavam como se fosse um plot de uma série americana.
Enfim talvez esteja parecendo maior do que realmente foi mas, para dar uma ideia mais realista, boa parte do segundo do médio comentou sobre isso em algum momento (pq, por Isabele ser "diferente" e abertamente, as pessoas conheciam elu, a maioria inclusive apoiava) e alguns grupinhos de colegas que pelo menos me conheciam falaram comigo. Essa situação, por conta de alguns comentários no twitter (não muito gentis), chegou na coordenação, a orientadora foi legal, chamou a gente no fim da aula e disse que se houvesse qualquer preconceito podia falar com ela e taus. Isso tudo em uns 3 dias. A gente conversou com calma, eu ainda amava elu, mas não tinha muita certeza se deviamos voltar.
A situação chegou nos meus pais. Eu tive que explicar tudo pra eles. Não foi tão ruim, mas eu queria ter uma outra oportunidade ou sla. Fiquei de castigo por causa dos roles e por não contar, sem celular por uma semana.
Eu e elu tinhamos evitado nos falar na escola pra diminuir os boatos. Depois disso ainda não tínhamos nos perdoado totalmente, apenas evitamos. Eu fiquei com outras garotas e entao começou a quarentena (fazia pouco menos de meio ano desde todo esse role) e com isso as paranoias: Eu nunca cheguei a ficar com nenhum garoto, muito menos a namorar. Nao sei se sou pan, bi ou lésbica, até pq eu me meti numa situação em que meu companheiro se descobriu agenero no meio do relacionamento. Talvez eu seja lésbica e causei esse furdúncio pra nada?? Acho que essa situação colocou ainda mais pressão infelizmente e, sei lá, as coisas são confusas as vezes.
Semana passada Isabele me chamou no whats, conversamos e nos perdoamos devidamente e ainda sinto um sentimento por elu. Ai meu Deeeeus eu vou morrer sozinhaaa.
Enfim, espero que tenham gostado (foi mal pelo textao). Todos os que estão passando por essas crises de sexualidade, genero ou whatever, durante a quarentena, fiquem fortes, posso não ser a melhor pra dar apoio, mas tudo vai ficar bem. Desculpa pela historia longa
Beijos, =30
submitted by darwinson-chan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.10 19:49 mamamiarolita Sou babaca por me sentir mal e com raiva pq minha amiga começou a namorar?

oi Luba, Luna, Luninho e Jean se ele estiver ai. Então, minha história é a seguinte, a muito tempo eu estava de olho em um menino da minha escola, sempre a gente se via davamos oi um pro outro e já tínhamos conversado algumas vezes. Esse ano nossa escola iria juntar nossas turmas 3°A e 3°B, então, um pouco antes de começar as aulas minha amiga me manda msg falando que n tinha nenhum menino bonito e eu falei que tinha ele, Carls, e ela falou q era meio bonitinho. Começou as aulas e passado alguns dias ela me manda msg falando que tava vidrada no menino que ele realmente era bonito e eu disse que sim ele era. Certo dia ela resolveu chamar um amigo dele pra perguntar se o Carls tinha namorada (eu estava junto) e o amigo disse que não e perguntou: "por que? c tá interessada?" ai minha amiga disse que sim e o menino falou que se quisesse ele falava com o Carls minha amiga querendo dar uma de boa amiga falou "ain fala de mim mas só se fala da Mirls também" (fingi que eh meu nome) ai eu falei que n queria que falasse nada (pq sou insegura e eu tinha certeza que se ele falasse o Carls ia querer ficar com a minha amiga). No outro dia a gente tava no meio da aula e a Mals (minha amiga) falou que tinha que conversar comigo, e eu já sabia oq era, ela disse que o menino conversou com o Carls e ele queria fica com a ela (kkk) ela me perguntou se eu ficaria mal por ela ficar com ele e dava p ver na minha cara já que sim kkkjjjk então eu falei p ela q sim eu ficaria. No outro dia eles já estavam conversando e MARCANDO PRA FICAR. Ela ficou com ele na escola e já chegou falando p mim "nossa como ou Carls beija mal nossa como ele é ruim e etc" mas ela continuou conversando com ele. No carnaval ele veio p cá com uns amigos e era p ela fica com ele e eu com um amigo dele. Mals veio me falar que n queria ficar com o Carls mais. falei blz e fui lá ficar com o amigo. Voltando ela tava lá sozinha triste por que Carls tinha deixado ela p ir com os amigos dele. ela começou a tentar empurrar todo mundo p ficar com ele. Chamou uma amiga nossa mas ela n quis. Ai eu virei p ela e falei "eu posso ficar com ele ent?" (já tava com raiva pq se ela n queria ficar com o menino era só falar pra ele que n e pronto cabo mas ela ficava de mimimi e nao falava com ele - parecia que queria deixar ele tipo de estepe pra ele ficar no pe dela sempre que ela quisesse) ela disse que sim que n ligava pq ela tava tentando se livrar dele mesmo. Fui e fiquei com o Carls aí a gnt conversando ele fala o quão ruim a Mals eh que ela era metida mimada se achava e que deveria ter ficado comigo desde o começo e não com ela. eu n disse nada. Quando a gente voltou juntou nosso grupo de amigos e ficamos conversando por um bom tempo. Quando resolvemos ir dançar ele ficou abraçando ela e agarrando. A multidão começou a andar e acabou que perdemos uns dos outros. No outro dia Mals disse que tinha ficado com o Carls nessa hora que nos perdemos mas que foi só por PENA pq ele n largava ela. Fiquei triste por saber que ela tinha ficado com ele de novo mas segui a vida. Ela falou tudo isso dele mas todo dia tava mandando msg p ele e ele estava conversando comigo ele queria ficar comigo. Acabou que não deu certo da gnt ficar de novo pq n curtia a ideia de ficar na escola e gente vendo e todo mundo ficar sabendo. Na escola ele conversava muito comigo e até me contou coisas que disse nunca ter contado p ninguém. Mas ele foi parando de conversar comigo aos poucos e eu n entendi. Depois descobri que a Mals mandava msg pra ele todo dia dizendo que queria ficar de novo com ele (???????????). Segui minha vida mas ela sempre me mandava msg falando que ele tava apressando muito as coisas já falando de namoro e que ela n queria que ele era muito chato pipipipipopopo eai agora na quarentena ele veio até a casa dela (ele mora em outra cidade que fica mais de 1h daqui) pediu ela em namoro e ela aceito (?????????????) namoral???? não consigo deixar de sentir raiva por que sei de tudo que um falou do outro, mais ela do que ele, sempre falou mal dele e COMEÇA A NAMORA O MENINO????????? (ela terminou um namoro um pouco tempo antes disso e todos os meus amigos falam que ela tá fazendo isso só pq tá carente pq gosta d ter alguém q vai tá do lado dela smp e ela já tinha me falado isso uma vez, q tava carente e qria alguém só p ficar do lado dela) Eu n queria me sentir assim com a relação dos dois mas n consigo evitar ficar mal e isso tá me machucando por dentro. ps: nunca falei nada com nenhum dos dois sobre oq um disse do outro. Sou babaca por me sentir assim?
submitted by mamamiarolita to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.10 17:05 Isascnedeff "No teatro da vida, quem faz o papel de trouxa sou eu"

P.S: Sou curitibana, pode imitar o sotaque! Por favor não lê meu nome
Olá (insira aqui todas as formalidades do reddit)! Estou aqui para contar a história de como eu fui usada e manipulada por um "amigo", e depois difamada para todo o meu ciclo social.
Seguinte: no começo de 2019, conheci nosso antagonista que chamarei de Carls. Ele era muito extrovertido e simpatico, e criamos intimidade muito rápido, tanto que ele foi a primeira pessoa pra quem eu saí do armário como lésbica, conhecendo ele havia menos de dois meses.
Depois de alguns meses de amizade, ele começou a encostar demasiadamente em mim e me elogiar muito, mas eu, que sou uma idiota, não percebi o que estava acontecendo; pra mim, ele era só "uma pessoa carinhosa". Ele é uma pessoa muito invasiva, e eu simplesmente não conseguia sair duma situação com ele onde eu estava desconfortável; ele nunca escutava.
Mas até aí ainda dava pra justificar as ações dele, até que eu fui pro colégio um dia e fui bombardeada com pessoas me dizendo que "não sabiam que eu era gay", sendo que eu não queria que ninguém soubesse. Ele contou pra todo mundo sem nem ao menos falar comigo! E, além de me tirar do armário, ainda contou a todos de quem eu gostava.
Enfim, a vida continua, e eu (trouxa) continuei sendo amiga dele. A mão dele sempre "acidentalmente" esbarrava nas minhas partes intimas, mas NãÃaOo, É aCiDeNtE. Ele sempre me deixava desconfortável em todos os momentos, e eu tive umas 3 crises do pânico por causa dele.
Lá por agosto, Carls, que já tinha uma namorada, começou a namorar minha melhor amiga (vamos chamá-la de Flars), ou seja, ela era a amante dele. Até aí tudo certo, eu já não gostava tanto dele mas pensava que era pessoal e não que ele não era uma boa pessoa, então disse nada sobre o relacionamento deles.
Chegamos em 2020: em janeiro, fui no shopping com ele e uma amiga, e acabei a tarde chorando e tremendo histéricamente no chão da escada de emergência. Em fevereiro, tanto a namorada oficial quanto a side bitch dele (minha melhor amiga, Flars) terminaram com o vagabundo na mesma semana. Foi aí que ele quebrou.
Começou a dizer que tinha fetiche em mim e a acariciar as cicatrizes que eu tenho na coxa. Ele chegou a perguntar se minha irmã estava solteira porque "já que eu era lésbica, ele queria ao menos pegar alguém com o mesmo DNA". Nem dava pra dizer que ele estava tentando me "conquistar", pois ele sabia muito bem que eu não gosto de homens. Ele estava fazendo tudo com a única intenção de se aproveitar de mim. Foi só nesse momento que eu finalmente decidi parar de falar com ele.
Aí, quando eu parei de ser amiga dele, ele ficou totalmente puto e começou a falar pra todo mundo que eu conheço que eu tinha falado com a namorada e com a amante dele pra terminarem com ele porque eu "tinha ciúmes dele", e eu cheguei a perder amigos por causa dessa mentira que Carls contou.
Eu sou tão trouxa que eu não entendi o que tava acontecendo e fui até ele pedir desculpas, eu pedi perdão por tudo que supostamente tinha feito (que, no caso, era nada), e cheguei a chorar e abraçá-lo.
Hoje eu entendo como eu passei esse ano sendo manipulada, assediada e enganada. Ele ainda me persegue e se aproxima de todo mundo que vira meu amigo para contar mentiras e convencê-los a se afastarem de mim. Ele até soube, não sei como, que eu gostava de uma menina, e foi a ela falar sobre como eu era possessiva e ela "não deveria entrar nessa". Sei disso porque ela não acreditou e veio me contar o que ele havia dito.
Gente, tomem cuidado com quem vocês se envolvem, e se alguém te faz mal, se afaste imediatamente! Eu fui burra e continuei ali, e mesmo que eu tenha me afastado dele, eu sei que ele vai continuar a me perseguir e continuar sendo um fardo na minha vida até ele sair do colégio, ou depois.
Obrigada pela atenção, beijos!
submitted by Isascnedeff to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.09 16:07 shinobi_og O dia q teve um baile na minha escola

Então, ano passado (2019) eu estudava em uma escola muito boa pra mim, lá eu tinha alguns amigos e sempre me divertia com eles, em novembro anunciaram q ia ter um baile pro pessoal do fund.2 para arrecadar dinheiro para a formatura do 9º ano, eu fui perguntar aos meus amigos se iam e a maioria disse que sim, eu tinha combinado de ir com a fantasia combinando com uma amiga minha, minha melhor amiga até hoje, depois de uma semana faltando alguns dias para o baile, eu comecei a namorar uma outra garota de outra sala, no dia do baile como o combinado eu fui com a minha amiga, eu passava um tempo com meus amigos e outro com minha namorada e depois de bastante tempo, isso tava bem chato pra mim, decidi que ficaria o resto da festa com meus amigos, eu estava me divertindo, dançando etc com minha amiga que eu tinha ido com a fantasia combinando, minha namorada viu de longe e deve ter ficado brava ou algo assim, ela foi embora (faltava uma hora para acabar) e não foi se despedir de mim, cheguei em casa e liguei pra ela para entender oque tinha acontecido, ela me falou q viu eu e minha amiga ficou triste e foi pra casa, a gente brigou e ela ficou dizendo q umas amigas dela tinha dito que eu fiquei com a minha amiga (oq nunca aconteceu) ela disse que podia me "perdoar" e continuar comigo, eu não quis discutir e falei que queria dar um tempo e não queria conversar com ela, depois disso a gente nunca mais conversou sobre isso, depois dessa ex surtada não quis me envolver tento com ninguém e acho que vou ficar assim por um tempo,
da a sua opinião, fala se vc acha q eu fiz o certo ou não
é isso e tô com medo de alg q me conhece lembrar disso e me zuar muito
submitted by shinobi_og to desabafos [link] [comments]


Ela Tinha Vergonha do Namorado - Episodio 1 Conheci meu Sósia  Não Sabia que Tinha um Irmão Gêmeo Ela se foi, para sempre! -citação ESSA MENINA NAMORAVA UM YOUTUBE DE FREE FIRE ??? Perguntas interessantes para se fazer para namorada Mike - Se Você For Minha Namorada (Lyric Video Oficial) EU NÃO SOU UMA MÁ NAMORADA  CITAÇÃO Eu Fiz Uma Pegadinha Cruel Com A Minha Namorada Minha namorada ficou coberta de hematomas. Seus pais não podiam saber por quê! 3 Dicas para CONQUISTAR SUA FUTURA NAMORADA PERFEITA (ainda desconhecida)  Santo Papo

História Romione: Aluga-se uma namorada - Capítulo 16 ...

  1. Ela Tinha Vergonha do Namorado - Episodio 1
  2. Conheci meu Sósia Não Sabia que Tinha um Irmão Gêmeo
  3. Ela se foi, para sempre! -citação
  4. ESSA MENINA NAMORAVA UM YOUTUBE DE FREE FIRE ???
  5. Perguntas interessantes para se fazer para namorada
  6. Mike - Se Você For Minha Namorada (Lyric Video Oficial)
  7. EU NÃO SOU UMA MÁ NAMORADA CITAÇÃO
  8. Eu Fiz Uma Pegadinha Cruel Com A Minha Namorada
  9. Minha namorada ficou coberta de hematomas. Seus pais não podiam saber por quê!
  10. 3 Dicas para CONQUISTAR SUA FUTURA NAMORADA PERFEITA (ainda desconhecida) Santo Papo

Um garoto humilde que acha que tem a melhor namorada do mundo, sendo ele não sabendo que ela morre de vergonha dele por conta do trabalho e etc... sua amigas por terem uma família de boa ... Ela prometeu confiar em mim, mas só se eu prometesse que nunca mais usaria meu irmão gêmeo. A poeira baixou, e tudo voltou a ficar bem entre nós. Muito bem. Eu só quero dizer pra você que está lendo isso, que se você tem uma garota só sua que te ama, que não mede esforços pra estar com você, não deixe ela partir. Nunca. Se eu puder fazer pelo menos uma pessoa se sentir melhor através da minha música, já vai valer todo esforço! Tá aí! Meu primeiro Lyric Video, 'Se Você For Minha Namorada', espero que curtam! 9 TRUQUES PSICOLÓGICOS PARA FAZER UMA MULHER SE APAIXONAR POR ... 36 maneiras de deixar sua namorada feliz. - Duration: 5:44. Milanda Gonçalo 76,190 views. 5:44. 3 SINAIS DE QUE ELA TE ... Colocou tudo em cima de mim, como se eu tivesse danificado a gente, enquanto você que tinha feito isso. Eu nunca deixei a gente apesar dos teus erros, por não ter colocado todos esses motivos ... A inveja era tanta, que um deles quase seguiu uma garota quando ela levantou para ir ao banheiro, só para perguntar o que ela, tão gata, tinha visto naquele cara feio que a acompanhava – e que ... Esta é a minha história sobre como conheci meu irmão gêmeo e ao que isso me levou. Tenho 15 anos agora. Eu sou o único garoto da família. Mas eu sempre tive a sensação de que teria um ... Oi eu sou o Daniel. E quero contar como fui acusado de espancar minha namorada. Eu estava namorando a Dinah há alguns meses e tudo estava ótimo, exceto por seus pais. Na primeira vez que os ... ela jogo comigo e se apaixono no free fire - duration: ... a piada foi tÃo ruim que ela deleto o free fire - duration: ... pedi ela em namoro e me dei mal no free fire - duration: ...